Tamanho do texto

Equipe carioca tenta manter elenco, principalmente o volante Elias e projeta trazer reforços de peso para chegar com força na competição continental em 2014

A temporada de 2013 começou mal e terminou muito bem para o Flamengo . Na primeira metade do ano, o time chegou apenas à semifinal da Taça Guanabara e decepcionou no Campeonato Carioca. Depois, passou longe do G4 do Brasileirão e flertou com o rebaixamento. Porém, a conquista do tri da Copa do Brasil salvou o ano rubro-negro. Com a vaga garantida na Libertadores de 2014, a equipe já projeta a próxima temporada, tenta manter seus destaques, principalmente Elias, e ainda vai atrás de reforços.

Comente o tri do Flamengo na Copa do Brasil!

Veja fotos da vitória do Flamengo sobre o Atlético-PR na final da Copa do Brasil:


O volante de 28 anos, grande destaque do Flamengo em 2013, chegou emprestado pelo Sporting, de Portugal, e seu contrato se encerra em 31 de dezembro deste ano. O Flamengo tem de desembolsar 8 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões) para contar com Elias em definitivo. Ele já expressou sua vontade de ficar no clube para a Libertadores em 2014 e até afirmou que abriria mão da dívida que o clube português possui. Uma barreira, até maior que a questão financeira, é o Corinthians, onde o volante atuou entre 2008 e 2010 e que já demonstrou interesse em tê-lo no próximo ano. No entanto, o jogador nega a intenção de voltar ao time paulista.

Leia mais: Elias revela desejo de ficar no Flamengo: 'Nunca falei que ia sair'

"Eu nunca falei que ia sair. Se depender de mim, eu vou ficar. Não sei onde colocaram que eu falei que voltaria para o Corinthians, mas esqueceram de falar que eu gostaria de ficar aqui em 2014. A torcida sabe que sou muito feliz aqui, tenho um carinho muito grande por eles, agora é trabalhar para ficar aqui em 2014", revelou o volante do Flamengo. O discurso do jogador é reforçado pelo vice de futebol, Wallim Vasconcelos: "O Elias fica com certeza. Vamos acertar com ele e com o Sporting. Foi um jogador fundamental no título, e ele vai ficar".

Paulinho encara a marcação de Deivid no jogo decisivo da Copa do Brasil
Ricardo Moraes/Reuters
Paulinho encara a marcação de Deivid no jogo decisivo da Copa do Brasil

Paulinho e Léo Moura têm situações encaminhadas
Revelação do Flamengo, Paulinho está emprestado até maio de 2014, mas o clube carioca não enfrentará tantas dificuldades para segurá-lo. A diretoria e o jogador já conversam sobre a aquisição de 60% dos direitos econômicos junto ao XV de Piracibaca, com valor estipulado em R$ 1 milhão.

Confira ainda: Artilheiro do Maracanã, Hernane avisa ao comemorar: “Aqui, não”

Único remanescente do título brasileiro de 2009, Léo Moura tem vínculo com o Flamengo encerrado no fim do ano, mas também deve seguir. A diretoria já tem conversas adiantadas com o empresário do lateral.

Carlos Eduardo decepciona e pode sair
Após chegar à Gávea como pompa e circunstância, Carlos Eduardo não agradou o torcedor flamenguista. As atuações abaixo do esperado e o alto salário, superior a R$ 500 mil, geram incômodo na diretoria do clube. O contrato de empréstimo vai até julho de 2014, e o Flamengo cogita negociar para devolver o atleta mais cedo ao Rubin Kazan, da Rússia.

Flamengo deve ter elenco mais ‘robusto’ para 2014
Com o retorno à Libertadores em 2014, dois anos depois da última participação, o Flamengo planeja contratar reforços de peso para tentar conquistar o bi campeonato continental.

Os retornos de Emerson Sheik, em baixa no Corinthians, e do goleiro Julio Cesar, do Queens Park Rangers, são especulados e agradam a torcida. O volante Souza e o zagueiro Werley, ambos do Grêmio, são outras opções. "São possibilidades que podem acontecer. Temos uma lista de possíveis reforços e vamos analisá-las", disse Wallim Vasconcelos.

Últimas campanhas da Libertadores não empolgam
Depois do título inédito em 1981, o Flamengo tem decepcionado sua torcida na Libertadores. Nas últimas quatro participações, o clube carioca chegou mais longe em 2010, quando foi eliminado pela Universidad do Chile, do meia argentino Montillo, nas quartas de final. Em 2012 aconteceu o maior vexame, e o time caiu ainda na primeira fase.

Já em 2007 e 2008, o Flamengo foi derrotado nas oitavas de final pelo Defensor, do Uruguai, e depois pelos mexicanos do América, dessa vez com revés por 3 a 0 em pleno Maracanã.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.