Maxi Biancucchi afirmou que vai esperar conversa com a diretoria para definir o futuro

Maxi Biancucchi diz que quer ficar no Vitória
Divulgação
Maxi Biancucchi diz que quer ficar no Vitória

Vice-artilheiro do Vitória no Campeonato Brasileiro com nove gols em 21 jogos, Maxi Biancucchi admitiu ter recebido propostas de transferências de outros clubes para a próxima temporada, ao ser questionado se havia sido contatado pelo Palmeiras. O contrato do atacante, que chegou a ser especulado no clube de Gilson Kleina, vence no final deste ano.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Tem várias propostas. Por isso falei que tem que esperar. A prioridade é do Vitória. Primeiramente tem que fazer a proposta pra mim e vamos ver se chegamos a um acordo. Sempre falei que queria ficar, mas depende de várias coisas", disse o atleta em entrevista ao Correio da Bahia .

Confira a tabela de classificação do Brasileirão

Maxi também citou a boa relação com o restante do elenco rubro-negro, especialmente com o paraguaio Cáceres e o argentino Escudero.

"Com Cáceres, éramos rivais no Paraguai, mas nunca tivemos uma relação de amizade. Com Escudero, nos conhecemos aqui. Construímos uma relação muito boa, uma amizade mesmo", destacou o argentino.

Primo do astro Lionel Messi, Maxi lamentou as comparações com o jogador do Barcelona e destacou a campanha do Vitória no Brasileirão. O clube baiano ocupa a sétima colocação da competição nacional.

"O parentesco que tenho, infelizmente, aparece de todas as partes. Pra mim, Messi não tem nada a ver com essa história. Se a torcida gosta de mim, é porque estou fazendo um bom trabalho. O campeonato que o Vitória fez foi mencionado no Brasil todo. O que me deixa feliz é fazer parte disso", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.