Às vésperas de deixar o comando do Corinthians, técnico não vê corpo mole dos jogadores nas últimas partidas do Brasileirão

Tite, técnico do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Tite, técnico do Corinthians

O ritmo lento do Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Flamengo gerou novos questionamentos sobre a motivação dos jogadores na reta final do trabalho de Tite, sem qualquer objetivo maior no Campeonato Brasileiro. Segundo o treinador, sairá da equipe quem não demonstrar empenho.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Se eu sinto que alguém não tem motivação, está fora. Mas o grupo tem dignidade, sabe ser nono colocado é diferente de ser oitavo, sétimo ou sexto. Os jogadores têm essa compreensão", afirmou o gaúcho, ainda no Maracanã, palco da antepenúltima partida de sua segunda passagem pelo Timão.

Confira classificação, notícias, tabela de jogos e artilharia do Brasileirão

Campeão paulista, brasileiro, sul-americano e mundial pelo Corinthians, Tite vai se despedir da Fiel no estádio do Pacaembu no próximo sábado, contra o Internacional. Seu último jogo será no final de semana seguinte, em confronto com o Náutico em Pernambuco.

Ao menos da parte dos jogadores, a propalada vontade de dar um adeus digno ao treinador, por enquanto, tem ficado só na conversa. O ainda comandante promete manter o empenho até o último minuto no cargo que ocupa há pouco mais de três temporadas.

"Eu sei o cargo que ocupo, sei o quanto ele é grande. Tenho uma responsabilidade grande. Quando torcedor era, eu não gostava que o técnico da minha equipe deixasse de estar envolvido e não terminasse o trabalho. Eu vou viver o Corinthians até o último dia", assegurou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.