Elogiado após goleada sobre o Atlético-PR, volante prefere destacar atuação coletiva e não se considera o melhor da partida

Renato, volante do Botafogo
Divulgação/Botafogo
Renato, volante do Botafogo

Muito elogiado pelo técnico Oswaldo de Oliveira após a goleada sobre o Atlético-PR, o volante Renato agradeceu o apoio do comandante do Botafogo . Humilde, o jogador preferiu destacar a atuação coletiva dos companheiros no fim de semana e não se considerou o melhor da partida.

"Agradeço ao professor pela confiança. Procuro fazer o melhor, sempre com as minhas características, e ajudar o time. É dar prosseguimento ao trabalho do Oswaldo, ao bom campeonato do Botafogo, pois todos são importantes. Não qualifico que fui o melhor, mas procurei ajudar e dar o meu melhor. A equipe toda está de parabéns", disse o volante ao site do clube.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Renato foi titular no sábado ao substituir Marcelo Mattos, suspenso. O jogador atuou como segundo volante, mas iniciou a jogada do primeiro gol do Botafogo na partida. O volante destacou sua experiência na criação e ressaltou a importância nos acertos dos passes.

"Já atuei como segundo volante e segundo atacante, tenho experiência para armar a equipe de trás, com função na marcação. Todo mundo é importante no grupo. A gente ali no meio move a parte da frente, então procura não errar passes", concluiu o jogador.

Mesmo com Marcelo Mattos liberado, o técnico Oswaldo de Oliveira pode optar pela permanência de Renato entre os titulares na partida de domingo, contra o Sâo Paulo, no Morumbi.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.