"A gente não tem necessidade da vitória, mas é aprendizado. Se ficasse mais com a bola no final, não teria tomado o gol", advertiu o comandante do Cruzeiro

Marcelo Oliveira já mostrou o seu valor para a torcida do Cruzeiro , comandou o time em uma campanha incontestável que culminou no título brasileiro, mas, ainda assim, promete não descansar até o fim da temporada. Neste domingo, o comandante poderia ser menos exigente com seus jogadores no empate em 2 a 2 com a Ponte Preta , mas sua postura foi diferente: em fase de observação dos jogadores menos aproveitados ao longo da temporada, o treinador lamentou o fato de a vitória ter escapado já nos acréscimos do segundo tempo.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Depois de sair atrás do placar, o Cruzeiro foi imponente ao longo dos 90 minutos, permaneceu no campo de ataque e buscou a virada. O resultado parecia definido, mas um vacilo da zaga permitiu com que a Ponte Preta buscasse a igualdade nos lances finais da partida. "Aos 45 minutos, o time não precisa fazer o terceiro, é só ficar mais com a bola, por isso a gente lamenta este tropeço", alertou Marcelo Oliveira.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

O treinador amenizou a dura nos jogadores pelo fato de já não ter mais a necessidade do resultado, mas ressaltou que a postura no fim serve de aprendizado, pois o momento era de segurar a bola e administrar a vitória. "A gente não tem necessidade da vitória, mas é aprendizado. Se ficasse mais com a bola no final não teria tomado o gol. Não tem sabor de derrota, é o campeão, teve mais oportunidades que a Ponte Preta e jogou melhor".

Com relação às observações feitas sobre os jogadores que não foram tão utilizados ao longo da temporada, o discurso de Marcelo foi positivo. "Pode ser que a falta de ritmo tenha atrapalhado, o adversário ficou fechado, exigiu muito da equipe, mas gostei, não fiquei feliz, pois a vitória escapou das nossas mãos no final, mas as observações foram boas", concluiu o treinador do Cruzeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.