Tamanho do texto

Diguinho teve de ser substituído no fim do segundo tempo, pois sentiu uma contusão, porém Valencia pode retornar ao time carioca

Diguinho, volante do Fluminense
Alexandre Loureiro/Getty Images
Diguinho, volante do Fluminense

Na luta para sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Fluminense terá que lidar com problemas defensivos para armar o time que enfrenta o Náutico na quinta-feira, no Maracanã. O zagueiro Anderson e o volante Edinho estão fora por suspensão e Diguinho é dúvida no meio-campo por conta de lesão.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Os desfalques certos ocorrem por conta de cartões na derrota para o Corinthians, nesse domingo. Anderson foi expulso após cometer o pênalti em Alexandre Pato que definiu o placar, enquanto Edinho recebeu o seu terceiro amarelo durante a partida, sendo obrigado a cumprir gancho automático.

Confira classificação, notícias, tabela de jogos e artilharia do Brasileirão

No meio-campo, existe a expectativa pela recuperação de Diguinho. O volante pediu para ser substituído aos 29 minutos do primeiro tempo reclamando de contusão e Vanderlei Luxemburgo não demonstrou boas perspectivas em contar com ele. Na quinta-feira, é provável que Valencia entre no time, como ocorreu em Araraquara.Os obstáculos na escalação nesta reta final são ressaltados pelo treinador. "Tivemos muitos problemas para os últimos jogos e precisamos contornar. É difícil", conformou-se, ainda sem querer fazer contas. "Não fiz projeções. Falei que teríamos seis jogos decisivos e deveríamos caminhar rodada a rodada. É isso que queremos fazer."

O Fluminense terminou a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro na antepenúltima colocação, com 36 pontos, abaixo do Criciúma por ter uma vitória a menos. O Vasco, primeiro clube fora da zona de rebaixamento, soma 37 pontos e restam cinco partidas para a conclusão da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.