Atacante do Corinthians comemorou demais o pênalti convertido diante do Fluminense, mas no treinamento desta segunda-feira, seu aproveitamento foi muito fraco

Bastou um gol de pênalti para Alexandre Pato se julgar em alta, pedindo aplausos para a torcida e dizendo-se bem amparado pelos números: "Eles falam por mim", afirmou, após marcar o gol da vitória do Corinthians sobre o Fluminense , pelo Campeonato Brasileiro . Mas no treino desta segunda-feira, com apenas reservas no gramado, ele voltou a falhar.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Pato começou batendo com o gol vazio, mostrando pontaria razoável. Quando o auxiliar técnico Fábio Carille colocou um colete no ângulo direito, o alvo a ser buscado, o atacante foi mal. Ele tentou sete vezes, não obteve sucesso em nenhuma delas e acabou desistindo: um aproveitamento de 0%.

Antes da brincadeira, o camisa 7 trabalhou ao lado dos demais jogadores que não atuaram ou entraram apenas no segundo tempo do triunfo sobre o Fluminense . O ex-lateral Sylvinho, auxiliar de Tite, completou um dos times na atividade técnica, observada pelo comandante. Os titulares fizeram um trabalho de recuperação.

Veja ainda: Pato fala pouco após gol decisivo e ganha apoio até dos adversários

Existe a chance de Pato começar jogando na quarta-feira, contra o Coritiba, porque Renato Augusto, improvisado no comando do ataque nos últimos confrontos, está desgastado. Se atuar no Couto Pereira, o atacante poderá melhorar seu índice de 0,31 gol por jogo no Corinthians, com 17 gols em 54 partidas.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Alexandre Pato argumenta que boa parte desses jogos foi como reserva. "Sempre que joguei como titular, fiz gol", exagerou, após a vitória de domingo. No Campeonato Brasileiro, ele é o artilheiro da equipe alvinegra - que tem o segundo pior ataque da competição -, com nove gols.

* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.