Equipes paulista segue com 40 pontos, um a mais que os paranaenses, e ambos ainda correm risco de rebaixamento

Portuguesa e Coritiba precisavam de uma vitória na luta para escapar da parte de baixo da classificação, mas ficaram apenas no empate por 0 a 0, na noite deste sábado, no estádio do Canindé. Assim, os dois times continuam próximos da área de perigo deste Campeonato Brasileiro.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

A partida, que foi marcada por uma confusão entre torcedores do Coritiba e a Polícia Militar no intervalo, teve poucas chances de perigo na etapa inicial e uma melhora no segundo tempo, mas sem eficiência dos dois lados. Assim, a Lusa segue com 40 pontos, enquanto o Coxa tem 41.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Na próxima rodada do Brasileirão, a Portuguesa enfrentará o Botafogo, na noite de quarta-feira, no Maracanã. No mesmo dia, o Coritiba receberá o Corinthians, no Couto Pereira.

Alex, do Coritiba, e William Arão, da Portuguesa, disputam a bola no Canindé
Moisés Nascimento/ Agif/Gazeta Press
Alex, do Coritiba, e William Arão, da Portuguesa, disputam a bola no Canindé

O jogo

O Coritiba começou melhor o jogo, trabalhando a bola no sistema ofensivo. Logo no primeiro minuto, Alex chutou de fora da área e exigiu a defesa de Lauro. Na jogada seguinte, Carlinhos recebeu na área e tentou encobrir o goleiro, mas mandou por cima do travessão. Vitor Júnior ainda tentou fazer jogada individual na sequência, mas foi desarmado na área.

A Portuguesa só chegou com perigo aos 20 minutos, quando Souza arrancou pela direita e cruzou rasteiro para Gilberto, que chegou na primeira trave e foi travado por Luccas Claro, mas a bola passou perto da trave. No minuto seguinte, Diogo recebeu com liberdade na marca do pênalti, girou e finalizou para fora. Com uma melhora em campo da equipe rubro-verde, Souza acionou Bruno Henrique, que errou o alvo. No lance posterior, o volante obrigou Vanderlei a defender um chute.

Do outro lado, Carlinhos arrematou de fora da área e acertou o travessão de Lauro, na melhor chance do Coxa na primeira etapa. Antes do fim da etapa, um lance de perigo para cada lado. Aos 42, Correa concluiu da meia-direita e viu o goleiro se esticar para tirar do canto. Dois minutos depois, Carlinhos fez jogada individual e soltou a batida, da meia-lua, para a bola passar rente à trave.

No intervalo do jogo, a Polícia Militar entrou em confronto com torcedores do Coxa, que encheram o setor destinado aos visitantes nas arquibancadas do Canindé. Quando o jogo foi reiniciado, a confusão já havia sido controlada. E a Portuguesa voltou melhor para a etapa complementar. Bruno Henrique soltou um chute forte da direita e exigiu boa defesa de Vanderlei.

Pouco depois, o goleiro teve de sair para abafar as chegadas de Souza e Gilberto, salvando o Coxa e até sentindo lesão no braço esquerdo. A resposta do time paranaense saiu apenas aos 13 minutos, quando Vitor Júnior fez jogada individual e chutou no canto, mas Lauro espalmou.

Na resposta, Gilberto dominou pela direita da área e rolou no meio para Moisés, que bateu fraco e facilitou o trabalho do goleiro. Depois disso, Bruno Henrique finalizou duas vezes e levou perigo em ambas. Como os dois times precisavam da vitória, os treinadores mudaram seus times.

No Coxa, Emerson Santos entrou no lugar de Vitor Júnior, enquanto a Lusa trocou Souza por Wanderson. A equipe local seguiu mais perigosa. Diogo recebeu livre na área, girou e caiu na hora de finalizar. Na sobra, Gilberto dividiu com o goleiro Vanderlei, que recebeu atendimento médico. Em seguida, Péricles Chamusca tirou Alex para colocar Keirrison em campo, mas não conseguiu evitar o empate.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 0 X 0 CORITIBA

Local:   Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data:   9 de novembro de 2013, sábado
Horário:   19h30 (de Brasília)
Árbitro:   Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes:   Guilherme Dias Camilo (MG) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Cartões amarelos:   Rogério (Portuguesa). Vitor Júnior, Júnior Urso, Diogo (Coritiba)

PORTUGUESA:   Lauro; Correa, Valdomiro, Moisés Moura e Rogério; Willian Arão, Bruno Henrique, Moisés (Carlos Alberto)e Souza (Wanderson); Diogo (Henrique) e Gilberto
Técnico:   Guto Ferreira

CORITIBA:   Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Luccas Claro e Diogo; Júnior Urso, Willian, Carlinhos e Alex (Keirrison); Vitor Júnior (Emerson Santos) e Júlio César (Germano)
Técnico:   Péricles Chamusca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.