Volante do Palmeiras lamentou as vaias à equipe quando o Palmeiras assegurou matematicamente o retorno à Série A e mostra ansiedade para a confirmação do título

Marcelo Oliveira (à esq.) treina com o grupo do Palmeiras
Gazeta Press
Marcelo Oliveira (à esq.) treina com o grupo do Palmeiras

O Palmeiras não fez festa no dia em que conquistou matematicamente o acesso à elite do futebol nacional. Vaiado por parte da torcida presente no Pacaembu, o time ouviu que cumpriu apenas a "obrigação". Mas o volante Marcelo Oliveira imagina um clima diferente do elenco caso o Verdão confirme o favoritismo e se sagre campeão desta segunda divisão.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"No momento em que conseguirmos o título, com certeza vamos comemorar, porque sabemos o quanto foi difícil. Se fosse fácil, teríamos vencido todos por goleada, mas tivemos dificuldades, com derrotas e empates. Foi bastante suado e falta pouco para ser concretizado", afirmou.

Confira classificação, notícias, tabela de jogos e artilharia da Série B

Os planos do atleta contrastam com o que aconteceu depois do empate por 0 a 0 contra o São Caetano, em 26 de outubro. Em meio aos protestos da torcida, os jogadores saíram cabisbaixos do gramado, sob um clima de tensão. No entanto, Marcelo Oliveira acredita que haverá uma pressão ainda maior caso o Palmeiras deixe escapar a primeira posição desta competição."Se conseguirmos o título, vai ser tratado como mais do que a obrigação, fácil e todos já sabiam. Mas, se não alcançarmos, vão falar que o time não presta, é ruim e não teve nem capacidade de ganhar a Série B. Estamos fazendo nosso melhor para sermos campeões. Claro que, pela grandeza do Palmeiras, incomoda estar na Série B, mas esta foi a realidade do ano e buscamos o objetivo", comentou.

O Verdão ocupa a liderança tranquila na segunda divisão, com 70 pontos, oito de vantagem sobre a Chapecoense. O time paulista precisa de apenas quatro pontos nas últimas cinco partidas em disputa para se sagrar campeão. Ou seja, se derrotar o Joinville neste sábado, no Pacaembu, o clube precisará apenas de um empate na terça, diante do Paysandu, em Belém.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.