Protesto aconteceu na manhã desta quinta e terminou antes do almoço, pois alguns operários passaram mal com a comida. WTorre cancelou contrato com empresa terceirizada

As obras no estádio do Palmeiras foram paralisadas durante parte da manhã desta quinta-feira, em função de um protesto dos operários contra a qualidade da comida servida no local. A manifestação, na avenida Francisco Matarazzo, foi organizada depois que alguns trabalhadores passaram mal com a alimentação servida na segunda.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Veja fotos do estádio das obras no novo estádio do Palmeiras:


Por meio de sua assessoria, a WTorre alegou que o serviço do refeitório é terceirizado e que não tinha conhecimento das queixas. Por conta do protesto, a construtora informou ter rompido o acordo com a empresa anterior para contratar outro fornecedor de comida.

Confira classificação, notícias, tabela de jogos e artilharia da Série B

A paralisação, que causou transtornos ao trânsito da avenida em frente ao Allianz Parque, começou por volta das 8 horas (de Brasília) e terminou pouco antes do almoço. A manifestação acontece justamente neste momento de atrito entre Palmeiras e WTorre, por conta de uma divergência na divisão das cadeiras do estádio.

Com as reformas no antigo Palestra Itália em vigor desde 2010, a previsão é de que a nova casa alviverde fique pronta no primeiro trimestre de 2014, mas o impasse entre clube e construtora pode atrasar as obras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.