Sob comando do técnico novato, Flamengo se classifica à final da Copa do Brasil. Adversário será o Atlético-PR, comandado por Vágner Mancini, campeão em 2005

Jayme de Almeida, técnico do Flamengo
Buda Mendes/Getty Images
Jayme de Almeida, técnico do Flamengo

Auxiliar técnico do Flamengo desde 2010, Jayme de Almeida já tinha assumido o comando da equipe de maneira provisória em alguns jogos após demissões dos treinadores que passaram pelo clube neste período. Mas quando Mano Menezes deixou o cargo em setembro, recebeu a missão de assumir o comando pelo restante da temporada. Era a chance de deixar para trás os dias como "tapa-buraco" e se consolidar como técnico. Menos de dois meses depois, ele está a duas partidas do primeiro título da carreira.

Quem será campeão da Copa do Brasil: Atlético-PR ou Flamengo? Comente

Com a vitória por 2 a 1 nesta quarta-feira no Maracanã, o Flamengo eliminou o Goiás e se classificou para a final da Copa do Brasil . O adversário na decisão será o Atlético-PR , que garantiu a vaga na decisão da competição pela primeira vez em sua história com um empate sem gols contra o Grêmio.

Confira tabela de jogos, artilharia e notícias da Copa do Brasil

"Eu era uma incógnita, não era um treinador badalado e cheguei com a ajuda de muita gente", disse Jayme na coletiva após o jogo contra o Goiás. "Ao longo do tempo, o time também conquistou certa maturidade, e isso facilita o trabalho, deixa o time mais forte. Era um time que ninguém acreditava, todo mundo era ruim e estamos na final", completou.

Do outro lado, porém, estará um adversário que sabe o que é vencer a Copa do Brasil. O Atlético-PR nunca chegou antes à final, mas o seu treinador fez parte de uma das conquistas mais surpreendentes da história da competição. Em 2005, era ele o técnico do Paulista de Jundiaí, que se sagrou campeão ao vencer o Fluminense na decisão. 

Vagner Mancini, técnico do Atlético-PR
Bruno Baggio/Site Oficial
Vagner Mancini, técnico do Atlético-PR

Na visão do treinador, o time que dirige lembra muito aquele com o qual foi campeão em 2005. "Fico feliz quando vejo semelhança com o Paulista de 2005. É um time que marca e que sai rápido, mesmo que hoje (quarta-feira) não tivesse tido tantas oportunidades. Mas aí são coisas de uma semifinal", avaliou.

O título serviria para coroar o bom trabalho de Mancini ao longo desta temporada. Ele chegou ao Atlético-PR nas rodadas iniciais do Campeonato Brasileiro, quando a equipe estava na parte de baixo da tabela, brigando contra o rebaixamento. A reação aconteceu de forma imediata. Hoje, além da vaga na final da Copa do Brasil, o time é vice-líder do Brasileirão.

As duas partidas da decisão da Copa do Brasil acontecerão nos dias 20 e 27 de novembro. O primeiro jogo será em Curitiba. O segundo, no Rio de Janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.