Time carioca ainda luta por uma vaga no torneio continental pela tabela do Brasileirão e tenta se programar para saber qual será o orçamento do ano que vem

O técnico Oswaldo de Oliveira orienta os jogadores do Botafogo. Time é o 4º na tabela
Flickr/Botafogo
O técnico Oswaldo de Oliveira orienta os jogadores do Botafogo. Time é o 4º na tabela

A diretoria do Botafogo ainda não pode pensar no planejamento para a próxima temporada. Isso porque o vai depender da classificação ou não para a próxima Libertadores. Atualmente o Alvinegro aparece na quarta posição do Campeonato Brasileiro com 53 pontos e na zona de classificação para o torneio continental. Porém, o G-4 pode virar G-3 caso o São Paulo conquiste o título da Copa Sul-Americana. Caso isso não aconteça e o Atlético-PR supere o Flamengo na final da Copa do Brasil, o G-4 viraria G-5. Os problemas é que essas definições só acontecerão no fim de novembro.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Hoje existe claramente a espera pela Libertadores principalmente por conta de orçamento. Com a classificação para o torneio continental o investimento será bem alto, já que o presidente Maurício Assumpção sonha com a conquista de um título relevante. Na diretoria há o sentimento de que o jejum de títulos nacionais, que dura 18 anos, seria facilmente esquecido com a conquista internacional. A situação de alguns jogadores depende disso, já que a diretoria sabe que a vaga na Libertadores pode interferir no desejo dos atletas e também reduzir algumas pedidas salariais.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Em relação aos principais jogadores do elenco para o próximo ano a diretoria dá como certa as permanências do goleiro Jéfferson, do lateral direito Lucas, do zagueiro Dankler, do lateral esquerdo Julio Cesar, do volante Marcelo Mattos, dos meias Lodeiro, Hyuri e Seedorf e do atacante Rafael Marques. Também ficariam os mais jovens como o lateral direito Gilberto, os volantes Gabriel, Lucas Zen, Dedé e Fabiano, os meias Gegê, Octávio, Cidinho, Daniel e Jeferson Paulista e os atacantes Alex, Yguinho e Sassá. Desses, apenas Dankler não foi revelado pelo clube.

O zagueiro Bolívar e o lateral direito Edilson são donos da maior parte dos seus direitos federativos. O primeiro já acertou as bases salariais para uma renovação, mas o que vem atrapalhando o negócio é que ele deseja um contrato de dois anos, enquanto que o Glorioso oferece um. A diretoria considera que a vaga na Libertadores pode fazer o defensor ceder. Já Edilson tem no contrato uma clausula que prevê a renovação por mais um ano com um aumento salarial. O que pode dificultar é que o Grêmio tem parte dos direitos do atleta e teria que ser indenizado. O zagueiro André Bahia deverá ter o contrato renovado por um ano.

O zagueiro Dória só deverá permanecer em caso de classificação para a Copa Libertadores. Caso contrário o clube terá que se desfazer do jogador, com grande mercado na Europa, para poder ter alívio financeiro. O volante Renato vive a mesma situação, pelos altos salários. O atacante Elias, com os direitos federativos ligados ao Resende-RJ, deve permanecer por conta do bom relacionamento entre os dois clubes. Já o goleiro Renan, insatisfeito com a reserva, pode ser moeda de troca. O lateral esquerdo Lima deverá integrar a barca, juntamente com o zagueiro Rodrigo Defendi, com os atacantes Bruno Mendes e Henrique.

O técnico Oswaldo de Oliveira deve continuar com ou sem classificação para o torneio continental. O treinador é muito bem visto pela diretoria e deverá ser procurado nos próximos dias. Ele mesmo deseja permanecer no Rio de Janeiro e isso pode facilitar o acerto.

Dentro de campo, Oswaldo comandou uma atividade tática na manhã desta quinta-feira, no Engenhão, mas ainda não definiu o time que vai enfrentar o Internacional neste domingo, às 17h(de Brasília), no Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A única alteração em relação à formação que foi derrotada por 1 a 0 pelo Goiás deverá ser a entrada do zagueiro Dória, que cumpriu suspensão, na vaga de André Bahia. O meia Lodeiro está fora do jogo porque vai se apresentar à seleção uruguaia para a disputa da repescagem das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Ele perderá os três próximos jogos do time no Brasileirão. Nesta sexta-feira pela manhã o elenco volta a treinar no Engenhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.