Jornal italiano crava que Seedorf será técnico do Milan em julho de 2014

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo o jornal La Republicca, meia do Botafogo assinou pré-contrato e vai substituir Massimiliano Allegri no comando do time italiano em julho de 2014

Reuters
Seedorf pode ser técnico do Milan em julho de 2014

As especulações ganharam ainda mais força. Clarence Seedorf deve mesmo deixar o Botafogo e ser anunciado como o novo treinador do Milan no início da próxima temporada europeia, em julho de 2014. Segundo informações do jornal italiano La Republicca, o time de San Siro, ex-clube do meia, escolheu o holandês para substituir Massimiliano Allegri no comando da equipe e já teria assinado um pré-contrato com o atleta alvinegro.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

De acordo com a publicação, o acordo está tão adiantado que "Seedorf só não será o novo treinador do Milan se os rossoneri não o quiserem mais". Caso isto aconteça, porém, o time italiano teria que pagar, segundo o jornal, uma multa milionária para o holandês.

Confira classificação, notícias, tabela de jogos e artilharia do Brasileirão

Recentemente, o jornal Tuttosport noticiou que Milan e o holandês haviam retomado os contatos, iniciados no início do ano, para um anúncio na próxima temporada. O atual treinador rubro-negro, Massimiliano Allegri, dificilmente permanecerá na equipe depois de julho do ano que vem por causa dos maus resultados- o Milan está a três pontos da zona de rebaixamento do Calcio- e um possível desgaste com os jogadores do atual elenco.

O contrato de Seedorf com o Botafogo se encerra em junho do ano que vem, justamente no fim das disputas da temporada europeia. Vice-presidente do Milan, Adriano Galliani tem excelente relacionamento com o jogador e veria o seu nome como o ideal para ser o novo treinador da equipe. O holandês já externou em algumas oportunidades o desejo de ser tornar técnico de futebol e vem fazendo um curso formador.

Recentemente ele, inclusive, foi flagrado trabalhando com jovens do Boavista, do Rio de Janeiro. Este, aliás, seria o único empecilho para que o acordo não seja anunciado oficialmente neste ano. Para que possa trabalhar como técnico, Seedorf precisa concluir o curso e tirar sua licença através da Federação Holandesa de Futebol - a previsão é que termine em abril.

Curiosamente, em entrevista ao Sportv na última semana, o jogador do Botafogo relembrou sua passagem pelo Milan e revelou não ter um bom relacionamento com Allegri, a quem culpou por sua saída da Itália, em 2011. Segundo ele, o treinador não valorizou sua boa condição física e provocou a sua transferência do futebol europeu.

"Foi um pecado (o que o Allegri fez), não só no meu caso como também no de outros companheiros que eu tive, como o (Alessandro) Nesta e o (Paolo) Maldini. Eles foram quase obrigados a sair do Milan pela idade, e agora vemos um time que não estamos acostumados, porque falta qualidade. O Milan precisa de uma boa renovação e ainda vai demorar um tempo para voltar ao topo", disse Seedorf, na ocasião.

Contra o meia, porém, pesa uma recente experiência do clube rossonero com um ex-jogador. Em 2009, o ex-lateral brasileiro Leonardo, que era diretor do time de San Siro, virou treinador e não agradou aos dirigentes, transferindo para a rival Inter de Milão logo no ano seguinte.

Leia tudo sobre: SeedorfMilanbotafogobrasileiraoitáliafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas