Hulk faz um gol, perdê pênalti e Zenit só empata com o Porto em casa

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Goleiro Helton defendeu a cobrança do compatriota e garantiu um ponto para equipe portuguesa na Liga dos Campeões, jogando na Rússia

No reencontro do atacante Hulk com o Porto, seu ex-time, o Zenit só empatou em casa por 1 a 1, mas se manteve na segunda colocação do grupo G, atrás do Atlético de Madri, lugar que garante a equipe nas oitavas de final da Liga dos Campeões. Na tarde desta quarta-feira, o brasileiro foi destaque, marcando um gol e perdendo pênalti.

Confira a classificação dos grupos da Champions e os próximos jogos

Com a igualdade, a equipe russa manteve a vantagem de um ponto de distância para os portugueses, logo atrás na chave. Ambos voltarão a campo pela competição continental no próximo dia 26: o Zenit recebe o Atlético de Madri, enquanto o Porto enfrenta o Áustria Viena.

Reuters
Goleiro Helton defende o pênalti de Hulk e garante o empate entre Porto e Zenit, na Rússia

Aos 23 minutos do primeiro tempo, o lateral-direito Danilo, ex-Santos, fez boa jogada e cruzou para Lucho González. O meia argentino cabeceou no canto esquerdo do goleiro Yuri Lodygin e abriu o placar visitante do Stadion Petrovski, em São Petersburgo.

Cinco minutos depois, Hulk respondeu para os mandantes. Após boa troca de passes, a bola sobrou para o brasileiro na entrada da área. O atacante driblou o compatriota Helton e só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede, comemorando muito discretamente.

Já na etapa complementar, o Zenit voltou animado para virar o jogo. Logo aos seis minutos, Hulk teve chance de marcar mais um, desta vez em cobrança de pênalti, mas bateu muito mal e viu Helton cair para o canto direito e fazer a defesa.

Depois do lance, a partida ficou muito equilibrada, e os arqueiros acabaram virando destaque. Aos 23, Lodygin defendeu forte chute de Martínez. Cinco minutos depois, foi a vez de Helton frustrar Arshavin, que havia acabado de entrar, com boa intervenção.

Já nos acréscimos, no último lance de perigo, Hulk soltou a bomba de pé esquerdo em cobrança de falta, mas Helton, bem colocado, fez defesa em dois tempos e ajudou o Porto a conquistar um valioso ponto fora de casa, além de evitar que o ex-companheiro balançasse sua rede duas vezes.

Leia tudo sobre: ZenitPortoHulkportugalrússialiga dos campeõesfutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas