Único gol do duelo foi anotado por Ramsey, já no segundo tempo da partida no Signal Iduna Park, em Dortmund

Lewandowski tenta passar pela marcação de Koscielny em ataque do Borussia Dortmund
Martin Meissner/AP
Lewandowski tenta passar pela marcação de Koscielny em ataque do Borussia Dortmund

Na tarde desta quarta-feira, a música clássica do Arsenal conseguiu abafar o heavy-metal do Borussia Dortmund. Sensação da temporada, o time inglês venceu por 1 a 0, em pleno Signal Iduna Park, e manteve a liderança do Grupo F da Liga dos Campeões da Europa .

O triunfo no interior da Alemanha fez os Gunners segurarem a ponta da chave e chegarem aos nove pontos. No próximo dia 26, os comandados do técnico Arsène Wenger receberão o Olympique de Marselha, em jogo que poderá confirmar a classificação para os mata-matas da competição continental.

Confira a classificação dos grupos e os próximos jogos da Champions

Já a equipe de Dortmund deixou a zona de classificação para as oitavas de final, já que o Napoli venceu os franceses por 3 a 2. Com seis pontos, os comandados de Jürgen Klopp voltarão a atuar diante da "muralha amarela", desta vez contra os próprios italianos.

O jogo: o Borussia Dortmund tem o melhor ataque do Campeonato Alemão, e o Arsenal, o segundo melhor do Inglês. No entanto, o primeiro tempo não teve muitas chances de gol, já que os dois times fizeram jogo extremamente truncado no meio-de-campo.

Aos três minutos, o centroavante Robert Lewandowski recebeu bola na entrada da área e arriscou o chute, mas foi travado pelo zagueiro Per Mertesacker, que afastou o perigo. Aos 16, o defensor Neven Subotic respondeu, aproveitando confusão na área a adversária, mas mandando a bola para fora.

Confira as imagens dos jogos desta quarta-feira:

Já nos dez minutos finais, o meia Henrikh Mkhitaryan foi acionado por Kuba e bateu tirando do goleiro, mas viu a bola tirar tinta da trave. Aos poucos, a equipe alemã foi recuando, mas não foi incomodada pelos ingleses, que se movimentavam, mas não conseguiam sequência nas jogadas.

De volta para a etapa complementar, os comandados do técnico Jürgen Klopp demonstraram mais ímpeto ofensivo, que deu resposta já aos quatro minutos. Após cruzamento, o armador Marco Reus cabeceou para o canto direito do goleiro Szczesny, que caiu bem e espalmou.

Dois minutos depois, Reus se aproveitou de rebote de Szczesny e mandou para o fundo da rede, fazendo os fanáticos torcedores do Borussia explodirem, mas lamentou a marcação de impedimento da arbitragem. O estádio entristeceu ainda mais quando os mandantes foram severamente punidos.

Quando o relógio marcava 16 minutos, o meio-campista Aaron Ramsey, que havia acabado de entrar, não perdoou bobeira defensiva e cabeceou para abrir o placar. Ramsey é o artilheiro dos Gunners na Premier League, com seis tentos marcados.

Após o gol, a partida ficou totalmente aberta, com muitas chances para os dois lados. Reus furou boa oportunidade de empatar, e, em compensação, o arqueiro Weidenfeller e o meia Sahin salvaram o Borussia de sofrer o segundo tento. Mertesacker ainda teve mais uma chance, mas o marcador terminou assim.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.