Leandro escapa de suspensão, mas ainda terá última expulsão julgada

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante do Palmeiras não foi punido por cartão vermelho contra o Oeste. Clube tenta liberá-lo para jogo contra o Joinville

Helio Suenaga/Getty Images
Leandro deixa o campo após ser expulso contra o Bragantino

Já sem Alan Kardec e Eguren, suspensos, e em dúvida sobre a condição física de Charles e Luis Felipe, o Palmeiras teve sucesso em sua primeira batalha jurídica para ter Leandro no sábado, contra o Joinville. O atacante escapou da suspensão no julgamento de sua expulsão contra o Oeste, mas ainda terá o cartão vermelho diante do Bragantino analisado.

Comente esta notícia com outros torcedores

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ainda julgará a expulsão do jogador em Bragança Paulista no dia 19 de outubro. De acordo com a súmula do árbitro, ele foi expulso porque "atingiu propositalmente com o pé de forma temerária a perna de seu adversário" e, por isso, foi acusado de agressão, podendo pegar pena entre quatro e 12 jogos.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B do Brasileiro

Em relação ao cartão vermelho na vitória sobre o Oeste, quando se desentendeu com o goleiro adversário, também expulso, Leandro foi julgado por ato hostil, com possibilidade de suspensão por até três partidas, e acabou absolvido. Tanto por esta expulsão quanto na diante do Bragantino, o atleta já cumpriu em cada uma delas o gancho automático de uma rodada.

Artilheiro do Palmeiras em 2013 com 16 gols em 39 partidas, Leandro, que balançou as redes para garantir o empate com o Paraná no último sábado, negocia a sua renovação com o clube. Embora ainda tenha contrato com o Grêmio, há no seu vínculo de empréstimo, que acaba em 31 de dezembro, uma cláusula que permite a prorrogação unilateralmente por mais um ano. Basta acertar os salários com o jogador.

Leia tudo sobre: leandropalmeirasserie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas