Kleber pede organização ao Grêmio em decisão diante do Atlético-PR

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Nós queremos matar nos 90 minutos para não ter aquele desespero, a ansiedade de uma decisão por pênaltis", afirmou o atacante

Partir para cima, mas com organização: eis a receita de Kleber para o Grêmio suplantar o Atlético-PR e chegar à final da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva após o treino desta segunda, o Gladiador afirmou que o segredo é pensar um gol de cada vez, para reverter a desvantagem de 1 a 0 sofrida em Curitiba na semana passada.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Kleber está de volta ao Grêmio depois de não jogar o primeiro jogo da semifinal

"Nós queremos matar nos 90 minutos para não ter aquele desespero, a ansiedade de uma decisão por pênaltis. Mas temos que pensar um passo de cada vez. É marcar o primeiro gol, com inteligência, para depois fazer o segundo, com organização", pediu Kleber. "Nós já mostramos poder de superação antes. Com a torcida nos ajudando, melhor ainda", afirmou o Gladiador, lembrando a força dos gremistas. Restam apenas 6 mil entradas para a partida desta quarta.

Confira o chaveamento da Copa do Brasil e os jogos da semifinal

O volante Souza lembrou decisões disputadas pelo Grêmio neste ano, contra LDU e Santos, em que a equipe perdeu por 1 a 0 fora de casa e soube reverter o quadro na Arena: "temos alguns exemplos positivos. No começo do ano, contra a LDU, soubemos lidar com a pressão e passamos. Contra o Santos também. Sabemos que é possível", projetou o centromédio, que pediu paciência à torcida nesta quarta.

O Grêmio volta a treinar nesta terça, em seu último trabalho antes da semifinal. O time deve ter Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro e Riveros; Kleber, Barcos e Vargas. O vencedor pega Goiás ou Flamengo na final da Copa do Brasil.

Leia tudo sobre: Copa do BrasilGrêmioKleber

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas