Diretoria do Fluminense paga salários de setembro; Wagner volta a treinar

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Alívio é momentâneo, já que os vencimentos de outubro precisam ser quitados nesta quinta-feira

Ricardo Ramos/Getty Images
Wagner, meia do Fluminense

Enquanto enfrenta crise dentro de campo no Campeonato Brasileiro, o Fluminense começa a ajustar os problemas nos bastidores. Nesta terça-feira, o departamento financeiro confirmou que os salários referentes a setembro foram pagos ao funcionários do clube e do departamento de futebol.

Comente esta notícia com outros torcedores

O alívio, entretanto, é momentâneo, já que o vencimento dos salários de outubro ocorre nesta quinta-feira. Os dirigentes esperam pela liberação de 60% (R$ 15 milhões) do valor da venda do atacante Wellington Nem para o Shakhtar Donetsk para quitar o novo mês e outras dívidas mais antigas.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Com expectativas de que os problemas financeiros sejam resolvidos nas próximas semanas, o elenco participou dos primeiros trabalhos em Atibaia antes de enfrentar o Corinthians. O volante Edinho, além dos jogadores lesionados, foi o único a permanecer no Rio de Janeiro, mas deve se apresentar nesta quarta-feira após liberação por questões particulares.

Times do Brasileirão viajam distância quase cinco vezes maior que europeus

A principal novidade nesta terça-feira, no entanto, foi o retorno de Wagner aos treinamentos com bola. O meia se mostrou recuperado de lesão no ombro e participou das atividades normalmente com os companheiros. Além dele, o técnico Vanderlei Luxemburgo também terá a volta de Felipe após dois jogos de suspensão para formar a equipe que entra em campo neste sábado, às 19h30 (de Brasília), na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara.

Leia tudo sobre: fluminensewagnersalariosbrasileirao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas