Com histórico impecável, Grêmio aposta nos pênaltis e na Arena para ir à final

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em 2013, equipe decidiu vaga em casa três vezes depois de passar em branco no jogo de ida. E se classificou em todas as ocasiões

Derrotado por 1 a 0 no jogo de ida, o Grêmio aposta em duas armas para superar o Atlético-PR na quarta-feira e se garantir na final da Copa do Brasil: o mistério e a torcida. Nesta terça, véspera do jogo, a equipe realizou um treino fechado na Arena, onde acontecerá o jogo. Uma das razões, segundo o técnico Renato Portalupi, é que a vaga pode ser decidida nos pênaltis. E o mistério tem razão de ser, pois jogar em casa tem sido decisivo a favor do time em 2013.

Confira a tabela de jogos e as últimas notícias da Copa do Brasil 2013

Divulgação
Grêmio venceu duas decisões por pênaltis no ano

Esta será a quarta vez no ano que o Grêmio decidirá um mata-mata na Arena. Em todas as outras a equipe obteve a classificação mesmo sem ter marcado gols fora de casa no jogo de ida. Contra a LDU, pela Libertadores, havia perdido por 1 a 0 em Quito, devolveu o placar em Porto Alegre e ganhou nos pênaltis. Na Copa do Brasil, fez 2 a 0 sobre o Santos após ter sido derrotado na Vila por 1 a 0, e contra o Corinthians avançou nos pênaltis após duplo 0 a 0.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Renato, com os números a favor, aposta nos pênaltis após a derrota em Curitiba. "Eu praticamente não fecho treinos, mas hoje precisávamos trabalhar cobranças de pênalti, coisas importantes, que ficam entre a gente. É um direito nosso fechar o treino, mas não houve nada de muito misterioso", disse o treinador.

Leia mais: Grêmio desafia o retrospecto em casa para avançar à final da Copa do Brasil

De fato, Renato não deve mexer muito na escalação. Em relação ao time que entrou em campo no empate com o Bahia, no domingo, pelo Brasileirão. A única mudança deve ser a volta de Pará à lateral direita no lugar de Moisés. Na zaga, Bressan é o favorito para iniciar o jogo, emboraWerley não esteja descartado. O time deve ter Dida, Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro e Riveros; Kleber, Barcos e Vargas.

Se Renato pouco falou sobre a equipe, o lateral Alex Telles deu algumas dicas de como o Grêmio jogará. "Atuando em casa, precisamos ditar o ritmo. Vamos buscar o resultado positivo com uma defesa firme e com o nosso meio-campo chegando próximo aos nossos atacantes. Mas isso será feito com inteligência e tranquilidade. Vamos buscar fazer um gol de cada vez", disse.

Se o time sabe bem sua missão em campo, o torcedor é orientado contribuir na arquibancada. "É hora de mostrar a força gremista, de mostrar que a união entre os atletas e a torcida é imbatível. É hora de fazer acontecer. Nesta quarta, lugar de gremista é na Arena. Vamos lutar em cada centímetro de grama para colocar o Grêmio em mais uma final", reforço Alex Telles

Restam poucos ingressos para a partida desta quarta-feira. Até o final da tarde de terça, somente 4 mil das 24 mil entradas postas à venda restavam nas bilheterias da Arena. Somando estes 20 mil lugares com os sócios que não precisam adquirir bilhetes para os jogos, a tendência é de um público entre 40 mil e 45 mil pessoas para a decisão com o Atlético-PR.

*com Gazeta

Leia tudo sobre: Grêmiocopa do brasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas