Chapecoense empata pela sexta vez seguida, mas adia título do Palmeiras

Por iG São Paulo * | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em casa e com um jogador a mais no segundo tempo, equipe catarinense não sai do zero contra o América-RN, mas Série B não será definida no fim de semana

Mesmo atuando quase todo o segundo tempo com um jogador a mais, a Chapecoense não conseguiu superar a retranca do América-RN nos minutos finais e ficou no 0 a 0 na Arena Condá. O empate pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro foi o sexto seguido dos catarinenses, que apesar do tropeço tem como alento o fato de terem adiado o possível título antecipado do Palmeiras já neste sábado contra o Joinville.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Série B do Brasileiro

Se a sequência de empates já deixava a torcida preocupada, com apenas 20 segundos de jogo o América tratou de aumentar a tensão em Chapecó. Rodrigo Pimão arrancou pela direita, tabelou com Adriano Pardal e rolou na entrada da área para Régis. O meia limpou a marcação e bateu rasteiro para acertar o pé da trave de Nivaldo.

O jogo caiu de ritmo e os donos da casa pareciam cada vez mais desorganizados em campo com o esquema com três atacantes. Os potiguares passaram a tirar proveito e a investir nos contra-ataques. Em uma das descidas em velocidade, Régis acionou Adriano Pardal pela esquerda e o centroavante soltou pancada de canhota por cima da meta catarinense.

As chances de gol, a partir daí, ficaram ainda mais raras. Os americanos conseguiam controlar a partida mesmo após o retorno para o segundo tempo, mas um lance infantil de Adriano Pardal colocou tudo a perder. Ele já havia recebido cartão amarelo por exagerar em dividida, colocou a mão na bola e levou o vermelho.

A expulsão acordou a Chapecoense e o goleiro Andrey começou a se preocupar com a pressão que viria pela frente. A aposta era nos cruzamentos na área para Bruno Rangel e o artilheiro da Série B por pouco não anotou de cabeça aos 26 minutos. O técnico Leandro Sena percebeu os perigos e lançou o volante Zé Antônio na vaga de Pimpão.

Gilmar dal Pozzo respondeu imediatamente e tirou o zagueiro Dão para a entrada do centroavante Rodrigo Gral. A presença do ídolo na grande área trouxe a torcida de volta para o jogo e deixou os alvirrubros ainda mais preocupados com os cruzamentos. Em mais uma bola aérea, Bruno Rangel tentou de bicicleta, mas mandou à esquerda de Andrey.

Com o resultado, a Chapecoense chega aos 62 pontos e pode ver a distância para o terceiro colocado Sport ficar em apenas três pontos no fim de semana. Cada vez mais tranquilo para fugir do rebaixamento, o América-RN agora tem 41.

Na 35ª rodada, a Chapecoense visita o Paraná Clube no Durival Britto às 19h30 (de Brasília) de terça-feira. No mesmo dia, mas às 21h50, o América-RN recebe o América-MG no Nazarenão.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 x 0 AMÉRICA-RN

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 5 de novembro de 2013, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (ES)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (ASP-FIFA MG) e Edina Alves Batista (PR)
Cartões amarelos: Radar (Chapecoense); Andrey, Adriano Pardal e Márcio Passos
Cartão vermelho: Adriano Pardal (América-RN)

CHAPECOENSE: Nivaldo; Fabiano, Rafael Lima, Dão (Rodrigo Gral) e Radar (Tiago Saletti); Wanderson, Paulinho Dias e Nenén; Soares (Fabinho Alves), Potita e Bruno Rangel
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

AMÉRICA-RN: Andrey; Norberto, Cléber, Edson Rocha e Raí (Laércio); Márcio Passos, Coutinho, Neto e Régis (Cascata); Rodrigo Pimpão (Zé Antônio) e Adriano Pardal
Técnico: Leandro Sena


* Com Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: chapecoenseamérica-rnserie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas