Benazzi lamenta atuação da arbitragem após derrota em Joinville

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico do Paysandu credita derrota por 4 a 2 na última rodada a dois erros cometidos pelo árbitro Cláudio Mercante Júnior

A derrota para o Joinville por 4 a 2, válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, não foi digerida pelo técnico Vágner Benazzi. O comandante do Paysandu creditou o mau resultado em solo catarinense à atuação do árbitro Cláudio Mercante Júnior, de Pernambuco, responsável por duas marcações polêmicas na segunda etapa. Na visão do treinador, ambas foram assinaladas de maneira equivocada.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Até o presidente do Joinville (Nereu Martinelli), após o jogo, veio em nosso vestiário para dizer que este foi o primeiro em que foram beneficiados pela arbitragem. Ele (o juiz) não marcou um pênalti para nós nos minutos finais, alegando que a mão do defensor estava colada ao corpo, e marcou escanteio no lance que originou o gol deles, quando deveria ter sido assinalado o tiro de meta", explicou o comandante bicolor.

Benazzi fez questão de ressaltar o poder de recuperação do Paysandu, que chegou a diminuir para um gol o placar de 3 a 0, com gols de Leonardo d’Agostini e Careca. Porém, o tento do meia Marcelo Costa, aos 33 minutos da etapa complementar, garantiu a vitória dos catarinenses: "Nos fomos atrás do empate. O time cansou, mas colocamos o Helliton e o Djalma que corresponderam esta fraqueza com uma boa movimentação. Porém, tivemos o problema da arbitragem, que nos atrapalhou visivelmente", expressou.

O treinador da equipe paraense ainda fez questão de projetar a reta final do campeonato, decisiva para a manutenção da equipe no segundo estágio do futebol nacional: "Agora o foco deve ser as partidas em nossos domínios. Temos dois jogos no Pará e vamos buscar os seis pontos. É dançar conforme a música", ressaltou.

Na próxima rodada, o Paysandu recebe o Oeste, às 17h20 deste sábado, no estádio do Mangueirão, em Belém. Ao passo que o Papão segue na zona do rebaixamento, figurando na 18ª posição, com 35 pontos, a equipe do interior paulista ocupa o 12º posto, com 42 pontos somados.

Leia tudo sobre: PaysanduSérie B

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas