Tamanho do texto

O zagueiro Leandro Amaro, o meia Tiago Real e o atacante Maikon Leite integram time que caiu para a Série B pela segunda vez seguida

A confirmação do rebaixamento do Náutico à Série B do Campeonato Brasileiro em 2014, sacramentado após a goleada por 5 a 0 sofrida para o Atlético-MG , no último sábado, teve um gosto amargo extra para três jogadores da equipe pernambucana. Em menos de um ano, é o segundo descenso experimentado pelo zagueiro Leandro Amaro, o meia Tiago Real e o atacante Maikon Leite, que caíram com o Palmeiras em 2012.

Comente esta notícia com outros torcedores

Todos ainda têm vínculo com o clube paulista e foram contratados por empréstimo, em julho, quando o Náutico já fazia campanha preocupante no Campeonato Brasileiro. Destes, apenas Tiago Real manifestou desejo de permanecer em Pernambuco mesmo com o rebaixamento.

Veja quem foi e quem ainda pode ser rebaixado pela segunda vez seguida este ano:

Maikon Leite, que em 18 de novembro de 2012 perdeu chance clara de gol contra o Flamengo, em lance que poderia dar sobrevida ao Palmeiras na primeira divisão, é o artilheiro do Náutico neste Campeonato Brasileiro, com oito gols, mas por pouco não foi devolvido aos paulistas por não estar agradando a diretoria.

Dos três, Leandro Amaro, titular em alguns jogos com o Náutico, é quem tem menos chance de ser reaproveitado no Palmeiras, já que no início do ano integrou uma lista de jogadores negociáveis. No primeiro semestre ele defendeu o Avaí.

Outros dois jogadores perigam saborear o segundo rebaixamento seguido. O volante João Vitor também caiu com o Palmeiras em 2012 e agora tenta salvar o Criciúma, onde tem como companheiro de equipe o zagueiro Leonardo, que defendeu o Atlético-GO em 2012.

Já o meia Daniel Carvalho livrou-se do risco de ter esse fato negativo na carreira. Jogador do Palmeiras em 2012, integrava o elenco do Criciúma até outubro, quando foi dispensado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.