Goleiro da Ponte valoriza ponto ganho e agradece trave esquerda

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar da ameaça de rebaixamento, goleiro Roberto preferiu destacar o empenho da equipe para evitar a derrota

O empate por 1 a 1 no confronto direto com o Criciúma foi visto como um resultado razoável pelo goleiro da Ponte Preta, Roberto. Em seu ponto de vista, ter evitado a derrota no Heriberto Hulse ao menos significou não ser ultrapassado pelo rival na luta contra o rebaixamento nacional.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"Não poderíamos perder. Bom mesmo seria ter vencido, porque a gente sairia da zona de rebaixamento, mas estamos nela faz 20 e poucas rodadas. Se sairmos só na última, não tem problema. Mas, hoje, dos males o menor. Deixar o Criciúma nos passar seria complicado", avaliou.

Veja galeria de imagens dos jogos da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Hernane festeja com companheiros o gol que deu a vitória ao Flamengo por 1 a 0 sobre o Fluminense. Foto: Wagner Meier/Agif/Gazeta PressO Flamengo venceu o clássico carioca na 32ª rodada e afundou o Fluminense no Brasileirão. Foto: Futura PressDellatorre comemora com Paulo Baier seu gol na vitória do Atlético-PR por 1 a 0 sobre o Inter. Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo/Futura PressJogadores do Cruzeiro comemoram o gol de Everton Ribeiro contra o Santos na Vila. Foto: Leandro Martins/Futura PressSantos e Cruzeiro duelaram na Vila Belmiro pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foto: Futura PressBarcos tenta dominar a bola no duelo entre Grêmio e Bahia pela 32ª rodada do Brasileirão. Foto: Futura PressLins (Criciúma) e Rildo (Ponte Preta) disputam a bola no empate em 1 a 1 no Heriberto Hulse. Foto: Fernando Ribeiro/Futura PressDiego Tardelli comemora gol do Atlético-MG na vitória sobre o Náutico por 5 a 0. Foto: Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético MineiroRenan, goleiro do Goiás, evita o gol de Gabriel para o Botafogo no Serra Dourada. Foto: Carlos Costa/Futura PressDouglas tenta levar o Corinthians ao ataque contra o Vitória. Foto: Felipe Oliveira/Agif/Gazeta PressAloísio pisa em Douglas, que comemora com Rodrigo Caio o primeiro gol do São Paulo diante da Portuguesa. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloisio entra em dividida com Valdomiro durante a vitória do São Paulo sobre a Portuguesa por 2 a 1. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressPedro Ken protege a bola da marcação de Robinho em ataque do Vasco contra o Coritiba. Foto: Celso Avila/Futura Press

A igualdade manteve a Ponte com 34 pontos, apenas um acima do adversário deste domingo, e dois abaixo do Fluminense, primeiro colocado fora da zona de descenso.

Roberto enalteceu ainda mais por conhecer bem a dificuldade de atuar lá. Revelado pelo próprio Criciúma, o goleiro reforçou a ideia de que o empate como visitante não foi um resultado ruim, até porque a Ponte vem se recuperando, tendo somado oito pontos dos últimos 12 em disputa.

"É muito difícil jogar aqui dentro. O pessoal diz que o Criciúma já caiu, mas não. Tem muito campeonato ainda. Tem que ir até o final, tem que sair da zona no momento certo. Nós, se ganhássemos, teríamos saído. Mas pode ser na última rodada, não tem problema", ressaltou o ponte-pretano, salvo pela trave esquerda duas vezes no fim do jogo.

"Eu não estava nem perto, estava muito longe do lance (risos). Nem sei. Só sei que ali tive que agradecer bastante, porque quase que se vai o boi com a corda", concluiu Roberto.

Leia tudo sobre: ponte pretarobertobrasileirao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas