Fase de Aloísio ajuda Muricy a cobrar Luis Fabiano: "Depende dele"

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Autor do gol da vitória do São Paulo sobre a Portuguesa, ex-reserva vive grande fase e tem dado segurança para treinador preservar o teoricamente dono da posição

Divulgação/São Paulo FC
Luís Fabiano, atacante do São Paulo

A ausência de Luis Fabiano na partida de sábado, contra a Portuguesa, não foi sentida pelo São Paulo, que contou com um gol de Aloísio para vencer por 2 a 1. O ex-reserva vive grande fase e tem dado segurança a Muricy Ramalho para preservar e ao mesmo tempo cobrar Luis Fabiano, teoricamente dono da posição.

O camisa 9 não foi nem sequer relacionado, segundo o treinador, porque não reúne condições físicas ideais e será preparado para o jogo de quarta-feira, contra o Atlético Nacional, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, em Medellín. Será mais uma chance de tentar provar sua importância para a equipe.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Depende dele (se recuperar)", disse Muricy, no Morumbi. "A preparação física dele, pelo que vi nesse tempo todo, nunca foi boa. E não tem jeito: se não estiver preparado fisicamente, você não consegue jogar, porque é duro o futebol. Sempre sou muito justo com jogador, mas vou até aonde dá para ir. Agora depende do jogador, porque estamos dando oportunidade".

Veja fotos da campanha do São Paulo no Brasileirão

Rogério Ceni é festejado pelos companheiros de São Paulo após abrir o placar em Itu. Foto: Helio Suenaga/Gazeta PressDouglas é marcado por Léo Moura em ataque do São Paulo. Foto: Luís Moura/Gazeta PressAlém de cruzarem os braços, tricolores e rubro-negros bateram bola por um minuto. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressAtletas de São Paulo e Flamengo se reúnem antes do jogo em Itu para combinar o protesto. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressBruno Silva e Ganso disputam bola no jogo entre Atlético-PR e São Paulo. Paranaenses venceram por 3 a 0 na 33ª rodada. Foto: Heuler Andrey/ Agif/Gazeta PressAloisio entra em dividida com Valdomiro durante a vitória do São Paulo sobre a Portuguesa no Morumbi. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressAloísio pisa em Douglas, que comemora com Rodrigo Caio gol diante da Portuguesa.  SP venceu por 2 a 1 na 32ª rodada. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloísio comemora um de seus três gols da vitória do São Paulo sobre o Internacional pela 31ª rodada do Brasileirão. Foto: Site oficialOtávio recebe forte marcação de Edson Silva na partida Internacional x São Paulo. Foto: Site oficial do São PauloAloísio abriu o placar para o São Paulo no duelo com o Internacional pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressAloísio comemora gol sobre o Bahia com Paulo Henrique Ganso. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressGanso tenta drible em ataque do São Paulo contra o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressRogério Ceni cumprimenta os jogadores do São Paulo após a vitória sobre o Bahia. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressJogadores do São Paulo comemoram gol de Ganso no Morumbi. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloísio arrisca chute ao gol do Náutico. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressO são-paulino Aloíso e o corintiano Paulo Andrpe brigam pela posse de bola no clássico do Morumbi. Foto: Luís Moura/Gazeta PressReinaldo comemora gol, o segundo do São Paulo para cima do Cruzeiro no Mineirão. Foto: Rubens Chiri/São PauloDouglas comemora o primeiro gol do São Paulo no Mineirão. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressZagueiro Antônio Carlos marcou duas vezes no triunfo do São Paulo contra o Vitória. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoAdemilson foi titular do São Paulo contra o Vitória e deve encarar o Cruzeiro. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoRogério Ceni reclamou muito da arbitragem de São Paulo 3 x 2 Vitória. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoJadson domina a bola pelo São Paulo marcado de perto por Alison, volante do Santos. Tricolor perdeu por 3 a 0 o jogo. Foto: Lucas Baptista/Futura PressLuis Fabiano divide a bola com Dida em ataque do São Paulo. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressHugo, do Goiás, e Rodrigo Caio, do São Paulo, em disputa de bola no jogo pela 23ª rodada do Brasileirão. Foto: Futura PressWelliton e Denílson comemoram o gol da vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG no Morumbi. Foto: Gazeta PressAntônio Carlos marcou seu primeiro gol com a camisa do São Paulo. Foto: DivulgaçãoRogério Ceni lamenta pênalti perdido. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressAloísio comemora gol do São Paulo com os companheiros. Foto: W. CORREIA NETO/Gazeta Press Rodrigo Caio marca Seedorf no confronto entre São Paulo e Botafogo. Foto: Gazeta PressGilberto corre para festejar um dos gols da Portuguesa diante do Bahia, no Canindé. Foto: Futura Press/Léo PinheiroSão Paulo bateu o Fluminense no Morumbi. Foto: PhotocameraLuis Fabiano e Reinaldo marcaram para o São Paulo contra o Fluminense. Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto/Gazeta PressElias protege a bola da marcação de Wellington em ataque do Flamengo. Foto: Alex Farias/Photopress/Gazeta PressPaulo Baier festeja gol marcado sobre o São Paulo. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressJadson perdeu pênalti no empate entre Flamengo e São Paulo por 0 a 0 no Distrito federal. Foto: Futura PressRodrigo Caio sobe com Rafael Toloi e desvia de cabeça para fazer o gol do São Paulo. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressDanilo disputa a bola pelo alto com Rafael Tolói durante clássico no Pacaembu. Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta PressLuan fez os três gols do Cruzeiro contra o São Paulo no Morumbi. Foto: Piervi Fonseca/Agif/Gazeta PressRogério Ceni marcou de falta, mas não evitou derrota do São Paulo por 3 a 2 para o Vitória. Foto: Gazeta PressLuis Fabiano disputa lance em jogo contra o Bahia. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSJogadores do Santos comemoram gol de Giva no clássico. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta PressLuis Fabiano arrisca finalização ao gol do Grêmio. Foto: Edu Andrade/Fatopress/Gazeta PressRogério Ceni pula, mas não consegue defender a cabeçada do zagueiro Rodrigo, do Goiás. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressAtlético-MG x São Paulo. Foto: Site oficialLuís Fabiano marcou duas vezes na goleada por 5 a 1 sobre o Vasco. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta PressDenilson e Jadson celebram gol do São Paulo. Foto: CÉLIO MESSIAS/Gazeta Press

Luis Fabiano mesmo reconheceu na semana passada que, aos 32 anos, não tem mais como disputar muitas partidas em sequência e depende de trabalho diferenciado. Ele era o artilheiro isolado do São Paulo no ano até sábado, quando Aloísio o igualou ao balançar a rede pela 21ª vez e comemorar ao seu estilo aparentemente violento, distribuindo voadoras.

"Ele sempre foi desse jeito, não mudou nada. Sempre deu trabalho ao adversário, não deixando a zaga adversária sossegada. Só que agora está fazendo gols. Essa é a grande mudança. No comportamento, não mudou nada. É o mesmo brigador e boa pessoa de sempre", elogiou Muricy, feliz pelo momento do camisa 19, autor de sete gols nas últimas cinco partidas.

"Quando é menino, você dá uma brecada, senão se entusiasma demais e se perde. Mas o Aloísio não é menino. Tenho que deixá-lo curtir esse momento. Cortar seria besteira minha. Ele está dando entrevista, fizeram camisa para ele. É legal esse reconhecimento, porque é um cara muito querido no elenco e que está bem", concluiu o treinador.

*com Gazeta

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas