Chamusca traça 47 pontos para o Coritiba ter tranquilidade contra o rebaixamento

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Após derrota para o Vasco neste sábado, treinador não escondeu o incômodo por ainda não ter confirmado a permanência da equipe na elite

Site Oficial do Coritiba
Péricles Chamusca, técnico do Coritiba

Após mais uma derrota fora de casa neste Campeonato Brasileiro, o treinador Péricles Chamusca mostrou tranquilidade, mas não escondeu o incômodo por ainda não ter confirmado a permanência do Coritiba na elite. De acordo com o comandante, apenas a conquista de 47 pontos conseguiria deixar o time paranaense completamente tranquilo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Existe um equilíbrio por parte de todos nós, mas, enquanto a gente não atingir nossa meta dos 47 pontos, a gente não vai estar com total tranquilidade. É este o objetivo inicial nosso. Eu acredito que o time vai absorver bem essa derrota para chegar bem contra a Portuguesa", analisou Péricles Chamusca.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Treinador da Lusa no primeiro semestre, quando conquistou o título da Série A2 do Paulista, Péricles Chamusca vai reencontrar o time do Canindé na próxima rodada e sabe que precisa melhorar o desempenho do Coritiba fora de casa. Com apenas uma vitória ao longo da Série A, o time paranaense amarga um dos piores desempenhos como visitante, o que preocupa seu comandante.

"Nós sabemos dessa necessidade de somar pontos fora de casa, temos que trabalhar isso dentro do grupo, pois temos que nos acostumar a jogar da mesma forma longe de nossa torcida. Vamos precisar somar pontos fora de casa", completou o treinador do Coritiba, que não está longe de garantir a permanência na primeira divisão.

Se a meta de Péricles Chamusca é atingir os 47 pontos, o time paranaense precisa apenas de sete nas últimas seis rodadas. No próximo sábado. Às 19h30 (de Brasília), o adversário será a Portuguesa, em um confronto direto no Estádio do Canindé, já que o time paulista vive situação parecida no Campeonato Brasileiro.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: CoritibaBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas