Tamanho do texto

Gol de Dellatorre garantiu a vitória para a equipe paranaense, que se firma na segunda posição e na briga por vaga na Libertadores

O Atlético-PR segue em grande fase. Neste domingo, bateu mais um time gaúcho, e do mesmo modo: cruzamento de Ederson para gol de Dellatorre. Desta vez, a vítima do 1 a 0 foi o Internacional, pela 32ª rodada do Brasileirão, na Vila Capanema. O resultado leva a equipe à vice-liderança do campeonato, com 55 pontos.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

A partida foi movimentada e corrida. O Inter começou melhor, criando chances, mas aos poucos passou a ser dominado e tomou o gol no fim do primeiro tempo. O Atlético-PR dominou a etapa final até os 30 minutos, perdendo várias chances de ampliar. Nos 15 minutos finais, o Inter reequilibrou o jogo e tentou o empate, mas não teve competência.

Veja fotos dos jogos da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Com a derrota, o Internacional caiu para o 11º lugar, com 42 pontos, e chega a cinco jogos sem vitória. O Atlético-PR agora enfrentará o Grêmio, em Porto Alegre, na luta por uma vaga na final da Copa do Brasil. O time gaúcho volta a campo domingo, contra o Botafogo, em Caxias do Sul.

O jogo

A partida começou bastante movimentada. Aos nove minutos, Manoel marcou, mas a arbitragem anulou, assinalando impedimento. No minuto seguinte, Willians arriscou de longe e levou perigo, na primeira boa chegada do Inter. Aos 13, Everton acertou a trave, mas a arbitragem já marcava posição irregular. Aos 14, Scocco chutou em cima da zaga e Aírton perdeu a chance no rebote.

O Inter, aos poucos, passou a tomar conta do meio e levar perigo. Depois de uma tentativa de Scocco, aos 18, Jorge Henrique obrigou Wéverton a bela defesa, aos 23. Na jogada seguinte, D’Alessandro cruzou para Jackson, que cabeceou com muito perigo. Minutos depois, a pressão passou a ser do time da casa: aos 30, Paulo Baier mandou de canhota com muito perigo. Dois minutos mais tarde, após erro de Jackson, Ederson serviu Dellatorre e Muriel fez grande defesa.

Dellatorre comemora com Paulo Baier seu gol na vitória do Atlético-PR por 1 a 0 sobre o Inter
Albari Rosa/Gazeta do Povo/Futura Press
Dellatorre comemora com Paulo Baier seu gol na vitória do Atlético-PR por 1 a 0 sobre o Inter

A pressão do time da casa foi forte nos instantes finais do primeiro tempo. Aos 38, Willians salvou quando Luiz Alberto chegava para mandar para dentro. Cinco minutos mais tarde, o gol: assim como na vitória sobre o Grêmio, quarta passada, Dellatorre recebeu assistência de Ederson para marcar - desta vez se antecipando à zaga, por baixo. Na ida para o intervalo, D’Alessandro e Paulo Baier deixaram o campo batendo boca.

Mais ligado, o Furacão voltou com tudo no segundo tempo. Logo aos quatro minutos, Muriel fez grande defesa em cabeçada de Luiz Alberto. Aos 10, Léo recebeu de Everton e chutou levando grande perigo. Aos 20, o artilheiro do Brasileirão deixou de ser garçom: ele mesmo concluiu, mas Muriel salvou novamente o Inter. Aos 23, foi Mérida quem chutou com perigo por cima.

Ainda melhor em campo, o Furacão quase ampliou aos 30, quando Ederson acertou o travessão cobrando falta. A primeira chegada perigosa do Inter no segundo tempo só veio aos 33, quando Scocco chutou por cima. A partida ficou lá e cá nos minutos finais. Aos 36, Muriel espalmou bom chute de Mérida. O Colorado respondeu na jogada seguinte, quando Scocco cabeceou cruzamento de Alex e quase empatou. Aos 43, a chance derradeira para o time da casa: Juninho avançou livre pela esquerda e chutou cruzado, com perigo.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 1 x 0 INTERNACIONAL

Local:   Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data:   3 de novembro de 2013, domingo
Horário:   19h30 (de Brasília)
Árbitro:   Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes:   Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Cartões amarelos:   Mérida e Roger (Atlético-PR); Aírton e Otávio (Internacional)
Gol: : ATLÉTICO-PR: Dellatorre, aos 44 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-PR:   Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, João Paulo, Everton e Paulo Baier (Mérida); Dellatorre (Roger) e Ederson (Zezinho)
Técnico:   Vagner Mancini

INTERNACIONAL:   Muriel; Gabriel, Alan (Índio), Jackson e Kleber; Aírton (Rafael Moura), Willians, Jorge Henrique (Otávio), D’Alessandro e Alex; Scocco
Técnico:   Clemer

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.