Wellington Paulista pede tranquilidade ao Criciúma para enfrentar a Ponte Preta

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante encara a partida como duelo decisivo para as pretensões no Brasileirão

Divulgação
Wellington Paulista, do Criciúma, pede tranquilidade para o duelo com a Ponte Preta

Decisão. É esta a palavra utilizada por jogadores e comissão técnica do Criciúma para definir o jogo contra a Ponte Preta, marcado para este domingo, às 19h30 (de Brasília), no estádio Heriberto Hulse. Apesar de encarar a partida como determinante para as pretensões da equipe, o atacante Wellington Paulista acredita que os jogadores precisam encará-la de forma natural.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Temos que passar para a rapaziada um pouquinho mais nova que é um jogo decisivo, mas que não é nenhum bicho de sete cabeças. São 11 contra 11. Então, esperamos trabalhar forte pra que a gente possa vencer o jogo", disse o atacante.

Confira a tabela de classificação do Brasileirão

Com passagens por 11 clubes durante a carreira - entre eles grandes clubes brasileiros e times do exterior, como Alavés (Espanha) e West Ham (Inglaterra) -, o jogador se mostra tranquilo diante da necessidade de vencer a rival. 

"Já disputei grandes decisões, por equipes grandes como Santos, Botafogo, Cruzeiro. São decisões que a gente sabe jogar, sabe disputar", afirmou.

A sete rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Criciúma aparece na vice-lanterna, com 32 pontos - um a menos que a Ponte, 17ª, e quatro de distância em relação ao Fluminense, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Leia tudo sobre: wellington paulistaCriciúmaBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas