Interferência política garante jogo entre Cruzeiro e Grêmio no Mineirão

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Senador e ex-presidente cruzeirense Zezé Perrella e também senador Aécio Neves conversaram com a CBF e conseguiram mudar decisão do STJD

Reviravolta na punição imposta pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) ao Cruzeiro. A equipe foi punida com um jogo de suspensão por incidentes no clássico contra o Atlético-MG, jogado no Independência. Com isso, o duelo contra o Grêmio teria que ser realizado a pelo menos 100 km de Belo Horizonte. A reviravolta aconteceu devido à interferência política, e o jogo será, sim, realizado no Mineirão.

Concorda com a decisão da CBF? Deixe seu comentário

Cruzeiro foi derrotado pelo Vasco no Maracanã. Foto: Flickr/Vasco da GamaEverton Ribeiro dá belo drible em Baraka no empate diante da Ponte Preta na 35ª rodada do Brasileirão. Foto: João Godinho/O Tempo/ Futura PressTorcedores do Cruzeiro comemoram no Barradão. Foto: Eduardo Martins/A Tarde/Futura PressCruzeiro derrotou o Vitória no jogo que lhe garantiu o título brasileiro. Foto: EDSON RUIZ / Gazeta PressCampeão Cruzeiro bateu o Vitória na Bahia. Foto: FELIPE OLIVEIRA/ Agif/Gazeta PressWillian marcou para o Cruzeiro em Salvador. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressEgídio (C), jogador do Cruzeiro, durante a partida contra o Grêmio, válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressBorges (E), do Cruzeiro, comemora com Dagoberto seu gol na partida contra o Grêmio. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressCruzeiro levou a melhor e bateu o Santos na Vila Belmiro por 1 a 0. Foto: Leandro Martins/Futura PressSantos e Cruzeiro duelaram na Vila Belmiro pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foto: Futura PressCruzeiro venceu o Criciúma por 5 a 3 no Mineirão pela 31ª rodada do Brasileirão. Foto: Gazeta PressBorges domina a bola em ataque do Cruzeiro na derrota para o Coritiba. Foto: JOKA MADRUGA/FUTURA PRESSBorges comemora gol do Cruzeiro com Willian e Everton Ribeiro. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressO atacante Fernandinho, do Atlético-MG chuta para defesa do goleiro Fábio, do Cruzeiro. Foto: Futura Press/Cristiane MattosReinaldo comemora gol, o segundo do São Paulo para cima do Cruzeiro no Mineirão. Foto: Rubens Chiri/São PauloEverton Ribeiro comemora vitória por 4 a 1 do Cruzeiro contra o Náutico na Arena Pernambuco. Foto: Aldo Carneiro Costa/Gazeta PressBorges sai para comemorar após marcar gol do Cruzeiro. Foto: João Godinho/O Tempo/ Futura PressWillian comemora gol da vitória do Cruzeiro. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressNilton comemora o primeiro gol do Cruzeiro diante do Internacional. Foto: Edu Andrade/Fatopress/Gazeta PressCássio teve atuação destacada e evitou a derrota para o Cruzeiro. Foto: ALE CABRAL/Gazeta PressDouglas e Everton Ribeiro no encontro entre Corinthians e Cruzeiro. Foto: ALE CABRAL/Gazeta PressJulio Baptista cobra pênalti e marca para o Cruzeiro. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressEverton Ribeiro carrega bola para o Cruzeiro diante do Botafogo. Foto: VipcommNilton fez o gol que garantiu a vitória do Cruzeiro sobre o Atlético-PR. Foto: Washington Alves/VIPCOMMWillian comemora gol do Cruzeiro sobre o Goiás. Foto: Adalberto Marques/ Agif/Gazeta PressLucas Silva, volante do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMCruzeiro comemora gol sobre o Flamengo. Foto: Paulo Fonseca/Futura PressMarcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMLucas Silva (no centro) marcou duas vezes na vitória do Cruzeiro por 5 a 3. Foto: VipcommDedé abriu o placar na vitória do Cruzeiro diante da Ponte Preta. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressBorges, atacante do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMWillian, atacante do Cruzeiro. Foto: Juliana Flister/VipcommNilton, volante do Cruzeiro. Foto: Divulgação/VipcommLuan comemora o seu gol, único da vitória do Cruzeiro. Foto: VipcommCruzeiro comemora gol sobre o Atlético. Foto: Yuri Edmundo/Gazeta PressRicardo Goulart comandou triunfo do Cruzeiro sobre o Náutico no Mineirão. Foto: Gazeta PressMarcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro. Foto: Juliana Flister/VipcommBruno Rodrigo comemora o gol do empate do Cruzeiro diante da Portuguesa. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSDagoberto marcou o gol da vitória do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMDiego Souza em ação pelo Cruzeiro contra o Goiás. Foto: Washington Alves/VIPCOMMDedé fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMM

O senador e ex-presidente do Cruzeiro Zezé Perrella e o também senador Aécio Neves conversaram com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e conseguiram que o jogo com o Grêmio, que pode dar o título ao Cruzeiro, seja jogado no Mineirão. Os políticos alegaram que os incidentes no clássico aconteceram no mando do Atlético-MG, e que, por isso, a punição no jogo contra o Grêmio seria injusta, já que os atleticanos, como mandantes, é que deveriam ser responsabilizados.

"Tivemos a conversa com a CBF porque o mando de campo era do Atlético-MG, não foi o Cruzeiro que colocou as duas torcidas juntas. Além disso, a CBF deu autonomia para escolher o jogo que ia pagar o mando, que deve ser contra a Ponte Preta. Entendemos que era uma grande injustiça, e como a CBF tem autonomia para atuar, liberou. Também alegamos que muitos ingressos já haviam sido vendidos", declarou Perrella.

O Cruzeiro se pronunciou em nota sobre o assunto afirmando que aguarda a oficialização do jogo no Mineirão. "Conversamos com o pessoal da CBF, que vai confirmar o jogo para o Mineirão. Estamos aguardando ainda sair a nota oficial sobre a partida. Isso deve acontecer no decorrer da tarde", disse o diretor de comunicação Guilherme Mendes.

Leia tudo sobre: cruzeirogrêmiobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas