Flamengo sente gosto de vingança, mas não polemiza com Walter

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Sem citar o atacante do Goiás, o técnico Jayme de Almeida preferiu destacar a humildade que os atletas estão mostrando e que, segundo ele, tem sido crucial para bom desempenho

A vitória de 2 a 1 sobre o Goiás deixou o Flamengo com uma das mãos na vaga na final da Copa do Brasil. Além disso, deu aos jogadores a sensação de que conseguiram se vingar das declarações do atacante Walter, que antes do jogo foi visto em um vídeo na internet dizendo que ia "deitar e rolar" no time carioca. O artilheiro sequer foi a campo, mas foi assunto entre os rubro-negros após a partida.

"Apertado no Brasileirão", Jayme não deve poupar jogadores para o Fla-Flu

Dentre os mais exaltados, estava o atacante Paulinho. Mesmo assim, o veloz jogador fez questão de não falar sobre o centroavante adversário: “Nós mostramos dentro de campo como se joga futebol e como se comporta em uma partida importante como essa. Prefiro não falar sobre o Walter, mas quem tem boca fala o que quer” disse.

Rafaela Felicciano/Agência Eleven/Gazeta Press
Paulinho abre o placar para o Flamengo no Serra Dourada

O experiente zagueiro Chicão, antes do jogo, era um dos mais irritados com a declaração de Walter, dizendo que o jogador teria que assumir as responsabilidades por elas após o confronto. Depois que a bola parou de rolar, porém, o defensor do Flamengo adotou um discurso mais ameno e elogiou o artilheiro adversário: “Não tenho que ficar falando sobre o Walter. Ele é um grande jogador e com certeza fez muita falta para a sua equipe. Para nós foi bom que ele não estivesse em campo”, ressaltou.

Sem citar o camisa 18 esmeraldino, o técnico Jayme de Almeida preferiu destacar a humildade que os jogadores do Flamengo estão mostrando e que, segundo ele, tem sido crucial para o bom desempenho: “Era um jogo chave para gente. Eu acho que a equipe encontrou uma forma legal de jogar e é muito legal ver um grupo interessado em trabalhar. Esses garotos entenderam que a fórmula para conseguir alguma coisa é trabalhando, produzindo, lutando e mantendo sempre um espírito de humildade para dar o melhor para a equipe. Hoje, é muito bonito de ver o Flamengo jogar nesse aspecto”, destacou.

Com a vitória diante do Goiás, com dois gols marcados fora de casa, o Flamengo pode até perder por 1 a 0 na partida de volta, na próxima quarta-feira, no estádio do Maracanã, que garante vaga na final. Os comandados de Enderson Moreira podem se classificar com uma diferença de um gol, mas a partir de 3 a 2. Caso devolvam o 2 a 1, forçarão a disputa de pênaltis.

Jayme de Almeida faz mistério e não define titulares para o Fla-Flu

Ainda ameaçado no Campeonato Brasileiro, o Flamengo terá pela frente o Fluminense no próximo domingo, às 19h30, no Maracanã. No clássico, válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Jayme de Almeida não definiu se poupará jogadores.

Flamengo é o 11º no Brasileirão. Confira a classificação e os próximos jogos

"Nós estamos apertados no Campeonato Brasileiro, então, apenas na sexta-feira, veremos com calma. Temos que fazer os pontos rápidos, mas entrarei em campo com quem tem condições. Temos uma decisão contra o Goiás, mas, infelizmente, estamos em situação incômoda no Campeonato Brasileiro. Um ‘Fla-Flu’, ninguém quer perder", avaliou.

O elenco do Flamengo desembarcou no Rio de Janeiro somente nesta quinta-feira e os jogadores foram liberados em seguida. Nesta sexta-feira à tarde, terá treino no Ninho do Urubu, que definirá a escalação que titular diante do Fluminense. Com 41 pontos conquistados, o Rubro-Negro precisa de, pelo menos, mais duas vitórias para afastar de vez o risco de queda.

Leia tudo sobre: flamengobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas