Dirigente do Figueirense quer que time “estrague a alegria” do Avaí

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Rodrigo Pastana ressaltou as chances remotas da equipe catarinense de subir para a Série A em 2014 e quer atrapalhar os planos do arquirrival

Florianópolis já vive a expectativa do clássico entre Avaí e Figueirense, marcado para o próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), no estádio da Ressacada. Vendo o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro distante, o gerente de futebol do time catarinense, Rodrigo Pastana, espera que sua equipe consiga, ao menos, atrapalhar os planos do arquirrival.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Ainda há a remota chance (de o Figueirense subir)? Ainda há. E nada melhor do que renovar as esperanças com a vitória em um clássico. Mas se eu falar aqui que não é bom estragar a alegria do rival, eu estou mentindo. É óbvio que é", declarou Pastana.

Confira a classificação, notícias, tabela de jogos e artilharia da Série B

O dirigente negou o pagamento de uma premiação extra em caso de vitória no clássico, que, além de poder tirar o Avaí do G4, aproximaria o Figueirense dos primeiros colocados.

"A diretoria e o clube fizeram tudo que puderam para que a gente conseguisse o acesso. Ainda há uma chance remota, e nada melhor que uma vitória no clássico para renovar as esperanças. É mais um jogo, claro que diferente, pela importância que tem para a cidade, mas eles (jogadores) sabem que é mais um jogo", afirmou.

Com mais seis partidas pela frente, o Figueirense, 10º colocado, soma 46 pontos - e está a nove da zona de acesso.

Leia tudo sobre: figueirenseavaiserie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas