Ceará já esperava perda de mando e cobra gramado bom contra o Grêmio

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Sem poder jogar no Mineirão, diretoria do Cruzeiro deve definir ainda nesta quinta-feira o local da partida contra os gaúchos

Denilton Dias/Vipcomm
Ceará, lateral do Cruzeiro

A perda de mando de campo no jogo contra o Grêmio já era esperada no Cruzeiro, pelo menos para o lateral-direito Ceará, que agora a aguarda a definição sobre o local para atuar contra os gaúchos. O jogador lamentou a situação que prejudicou a equipe e pede que a cúpula cruzeirense escolha um estádio com boas condições para a prática do futebol.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"A gente, na verdade, não ficou surpreso, porque já havia a possibilidade de perder o mando de campo. Agora, é definir com certeza onde a gente vai jogar, se vai ser em Varginha ou algum outro campo. Estamos pegando campos com gramados excelentes, nessas novas arenas", disse Ceará, que cobra um bom gramado para o Cruzeiro.

"Isso tem proporcionado um futebol melhor. Se a gente joga em algum lugar com gramado irregular, dificulta um pouco, pela característica do time. Esperamos jogar num campo que possa nos proporcionar esse jogo mais fluido. Obviamente que a gente está adaptado a jogar no Mineirão, é nossa casa. Gostaríamos mil vezes de jogar em casa, diante da nossa torcida. Em outro lugar dificulta um pouco", declarou.

A expectativa é que a diretoria do Cruzeiro defina ainda nesta quinta-feira, o local da partida contra os gaúchos. Varginha, no Sul de Minas, é uma das opções, mas as condições do gramado do estádio Melão não são das melhores, o que pode pesar para a partida ser jogada no Mané Garrincha, em Brasília, ou até mesmo no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas