Leilão de estádio do Guarani é encerrado sem nenhum lance

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Brinco de Ouro da Princesa pode ser vendido para quitar dívidas trabalhistas do clube de Campinas

Boa notícia para dirigentes e torcedores do Guarani. O Estádio Brinco de Ouro da Princesa teve 70% do terreno levado a leilão na tarde desta quarta-feira, mas o evento no Fórum Trabalhista de Campinas terminou sem que um lance fosse feito. O fato foi comemorado pela diretoria.

Comente esta notícia com outros torcedores

"O Guarani segue dando andamento ao projeto imobiliário em torno do estádio para solucionar todas suas dívidas e reerguer o único campeão brasileiro do Interior", diz trecho da nota publicada no site oficial do Guarani. Torcedores também compareceram ao fórum e respiraram aliviados, já que um lance poderia acabar com a possibilidade de reestruturação do clube.

A área é onde o estádio fica, próximo ao centro de Campinas, considerada nobre na cidade, despertando o interesse de empresas imobiliárias para a construção de empreendimentos de alto padrão.

O leilão foi realizado após o acúmulo de dívidas trabalhistas adquiridas pelo Guarani nos últimos anos. O imbróglio que culminou no leilão é com o lateral esquerdo Gustavo Nery, que defendeu o clube por poucos meses no ano de 2000 e entrou com ação na Justiça exigindo R$ 900 mil.

Leia tudo sobre: guaranibrinco de ouro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas