Del Nero propõe a contratação de monitores para orientar organizadas

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente da Federação Paulista de Futebol se diz preocupado com o que caracteriza como 'escalada da violência' nos estádios de futebol

Arquivo iG
Marco Polo Del Nero, presidente da FPF

Preocupado com o que caracterizou como "escalada da violência" nos estádios de futebol, o presidente da Federação Paulista de Futebol deu uma sugestão aos clubes nesta quarta-feira, durante o sorteio da fase de grupos do Campeonato Paulista 2014. Para Marco Polo Del Nero, a contratação de monitores para orientar e tutelar as torcidas organizadas seria capaz de resolver o problema.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Nós temos que criar as torcidas uniformizadas, e o clube vai começar a se aproximar desses torcedores, com monitores a cada 100 membros. A Federação Paulista até pagaria esses monitores durante um tempo - um ou dois anos", sugeriu Del Nero.

Nas palavras do presidente da entidade máxima do futebol paulista, a implantação de monitores conscientizaria os torcedores organizados a somente apoiar suas equipes."O monitor vai orientar os hinos e os cantos de ajuda ao clube. Pode criticar o dirigente? Pode. Também pode criticar o jogador? Pode. Mas com educação. Dessa forma, nós mataríamos os bandidos que fazem parte das torcidas organizadas", declarou.

Só neste ano, três dos grandes paulistas perderam mandos de jogos por confusões envolvendo suas torcidas. O Corinthians teve de atuar longe de São Paulo em quatro partidas por conta da briga entre corintianos e vascaínos em Brasília. Já o São Paulo também foi punido com perda de quatro mandos, devido ao confronto entre seus torcedores e a Polícia Militar no clássico contra o time de Parque São Jorge. O Palmeiras, por sua vez, teve de mandar dois jogos fora da capital pela briga entre duas de suas organizadas em jogo contra o Guaratinguetá.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: santossao paulocorinthianspalmeirasFPFMarco Polo Del Nero

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas