Vasco demite Dorival Júnior e Adílson Batista é o mais cotado para assumir

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Preferido do presidente Roberto Dinamite era Joel Santana, que recusou a proposta e estaria acertando com um clube do futebol africano

Divulgação
Dorival Júnior brinca com a bola durante treino do Vasco

O técnico Dorival Júnior não resistiu a mais uma derrota no comando do Vasco, afundado na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira (29), a diretoria se reuniu e decidiu demitir o treinador. O nome mais forte para assumir o comando da equipe é o de Adílson Batista, que teve como último clube o Figueirense, na Série B, no qual foi dispensado em agosto.

Leia também:  Com o time na zona de rebaixamento, Dorival divide opiniões no Vasco

O nome preferido do presidente Roberto Dinamite era o de Joel Santana. Houve até um contato telefônico com o veterano treinador, mas ele recusou a proposta. Joel estaria acertando com um clube do futebol africano.

Há pouco mais de três meses no cargo, Dorival Júnior vinha sendo muito contestado por torcedores e dirigentes por não conseguir dar ao time um bom padrão. Na segunda passagem pelo Vasco, ele não repetiu o sucesso que alcançou em 2009, quando levou o clube de volta à Série A, já na administração de Roberto Dinamite.

Contratado em julho para substituir Paulo Autuori, Dorival comandou o time em 29 jogos, com nove vitórias, oito empates e 12 derrotas, um aproveitamento de apenas 40% dos pontos.

“Eles me chamaram para dizer que havia necessidade de mudar e eu os deixei à vontade para que fizessem o que achassem melhor. Estou triste, mas tranquilo porque fiz o melhor que pude para tentar ajudar o Vasco”, afirmou.

Veja mais:  Com o time na zona de rebaixamento, Dorival divide opiniões no Vasco

O novo treinador vai chegar com um desafio e tanto pela frente: o time precisa vencer cinco dos últimos sete jogos para evitar o segundo rebaixamento em cinco anos. Com 33 pontos, o Vasco está em 18º lugar na tabela, à frente apenas de Criciúma e do virtual rebaixado Náutico.
Além da mudança no comando do time, o Vasco alterou o local do treinamento de hoje. Inicialmente marcada para o CFZ, na Barra da Tijuca, a atividade será de manhã, em São Januário, com segurança reforçada e a entrada proibida de torcedores.

Tudo para evitar novos protestos, como os que aconteceram recentemente na própria sede do clube e no Aeroporto Santos Dumont.

*Com informações do portal O Dia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas