Centroavantes da seleção desvalorizam R$ 68 milhões em 2013

Por Paulo Tescarolo - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O valor de mercado de Fred, Luis Fabiano, Pato e Damião despencou neste ano, e Jô é o único eleito de Felipão que vive bom momento

Marcos Bezerra/Futura Press
Pato: péssimo investimento do Corinthians

Fred, Luis Fabiano, Alexandre Pato, Leandro Damião e Jô são os centroavantes preferidos do técnico da seleção brasileira. Desde a reestreia de Felipão na equipe, em março, a camisa 9 foi monopolizada por esses cinco jogadores. Pois quatro deles vivem possivelmente o pior momento da carreira e, somados, desvalorizaram € 22,66 milhões (R$ 68 milhões) em 2013. Jô, o menos badalado do grupo, é o único que valorizou e está muito perto da Copa do Mundo.

Leia mais: Medalhões erram demais, e atacantes sem grife se destacam pela eficiência

Pato, que caiu em desgraça e virou símbolo de um ano fracassado no Corinthians, é o campeão da desvalorização. Ele voltou ao Brasil em janeiro deste ano, ao custo de € 15 milhões (à época, R$ 40 milhões). Na avaliação da Pluri Consultoria, o clube paulista até fez bom negócio, já que no final de 2012 Pato estava avaliado em € 26 milhões. De lá para cá, porém, a cotação só caiu. Atualmente, o valor de mercado do jogador é € 11,75 milhões, uma perda de € 14,45 milhões (R$ 43,35 milhões).

Veja também: Imprensa italiana detona Pato após pênalti perdido: 'Desastre' e 'tolo'

Para Fernando Ferreira, da Pluri, a chance de o Corinthians lucrar numa transferência como essa era reduzida. “O jogador desvaloriza no ato”, explica o executivo. “É o que chamamos de efeito vitrine. Para o Brasil, o Corinthians é a maior vitrine possível. Corinthians, São Paulo, Inter e outros clubes são os melhores lugares do Brasil para se expor um atleta. Mas o simples fato de ele jogar no Brasil o desvaloriza em relação à Europa”.

Amir Somoggi, consultor de marketing e gestão esportiva, ratifica a teoria. “A partir do momento em que deixa o Milan para jogar no Corinthians, o Pato se desvaloriza. Na visão do futebol europeu, o Brasil tem uma liga menor, de segundo escalão em relação às ligas da Europa”.

O segundo do grupo que mais desvalorizou foi Leandro Damião. Pelos dados da Pluri, ele foi de € 23 milhões em 2012 para € 17,4 milhões, uma queda de € 5,6 milhões (R$ 16,8 milhões). Mais do que a má fase, o que ajuda a explicar a desvalorização do atacante do Inter é o simples fato de não ter ido para o futebol europeu quando teve a chance.

Mowa Press
Leandro Damião na seleção: permanência no Brasil é mau negócio para clubes e jogadores

“O Damião se desvaloriza quando recusa uma oferta da Europa e continua no Brasil. Por que o Drogba vai para o Galatasaray, por exemplo? Por que alguns jogadores se transferem para a França? Porque de alguma maneira estarão jogando a Champions League”, explica Somoggi, tomando como exemplos dois centro de segunda grandeza no futebol europeu.

Gazeta Press
Luis Fabiano: o problema é a idade

Os casos de Luis Fabiano e Fred são um pouco diferentes. Futebol à parte, o que pesa é a idade. “A partir de uma certa idade, o jogador se desvaloriza quase diariamente”, diz o executivo da Pluri.

Luis Gabiano valia € 3,78 milhões em 2012, e hoje é avaliado em € 2,32 milhões. Portanto, uma queda de € 1,46 milhão (R$ 4,38 milhões). Já Fred, do Fluminense, que tem sofrido com as constantes lesões, se desvalorizou € 1,15 milhão (R$ 3,45 milhões), de € 6,8 milhões para € 5,65 milhões.

A esperança dos clubes de recuperar ao menos parte desse dinheiro perdido é a Copa do Mundo de 2014. “O valor de mercado desses jogadores está diretamente ligado à expectativa de jogar a Copa”, analisa Ferreira.

Dos cinco, porém, quem está mais perto do Mundial é justamente Jô, o único que se valorizou. Em 2012, o atleticano era avaliado em € 4,41 milhões, e na última análise da Pluri ele saltou para € 7,32 milhões. Diego Costa, que chegou a jogar pelo Brasil duas vezes, optou por defender a Espanha e mantém uma vaga aberta no time de Felipão. Fred é o mais cotado, pois só perdeu espaço na seleção por estar lesionado. Azar de São Paulo, Inter e Corinthians, que devem continuar sofrendo com a desvalorização de seus produtos.

Veja fotos dos principais artilheiros do Brasileirão 2013:

Éderson, do Atlético-PR, é o artilheiro do Brasileiro, com 15 gols marcados. Foto: Julia Abdul-Hak/Gazeta PressGilberto, da Portuguesa, possui 14 gols no Brasileiro. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressAtacante da Ponte Preta, William marcou 14 vezes. Foto: Denny Cesare/Gazeta PressHernane, atacante do Flamengo, tem 13 gols. Foto: Alexandre Vidal/Fla ImagemFernandão, do Bahia, tem 13 gols no Campeonato. Foto: EDSON RUIZ / Gazeta PressO "gordinho" Walter possui 12 gols no Brasileiro. Foto: Adalberto Marques/Agif/Gazeta PressAtacante André, do Vasco, tem 11 gols até aqui. Foto: DivulgaçãoO experiente meia Alex é o destaque do Coritiba com 10 gols. Foto: Heuler Andrey / Agif/Gazeta PressMeia D'Alessandro tem 10 gols pelo Inter no Brasileiro. Foto: Luiz Munhoz/Gazeta PressCícero marcou dois gols na goleada do Santos sobre o Náutico e tem 10 na competição . Foto: Aldo Carneiro Costa/Gazeta Press


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas