Cruzeiro entra com efeito suspensivo para ser campeão em casa

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Departamento jurídico do clube busca recorrer da punição do STJD para poder jogar contra o Grêmio no Mineirão

Yuri Edmundo/Gazeta Press
Torcedores do Cruzeiro brigaram entre eles antes do clássico contra o Atlético-MG no Independência

Punido com um jogo de suspensão pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pelas confusões no clássico contra o Atlético-MG, o Cruzeiro entrou nesta segunda-feira com recurso pedindo efeito suspensivo para poder jogar contra o Grêmio no Mineirão. O clube alega que iniciou a venda antecipada de ingressos e agora terá que aguardar aproximadamente 48 horas para ter uma resposta.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Agora, o Cruzeiro tem que aguardar. É nomeado um relator do processo, ele vai analisar o pedido e a gente espera que em mais ou menos 48 horas haja uma resolução. O Cruzeiro está esperando uma resposta positiva porque é um princípio constitucional não poder cumprir pena antes de cessarem todos os recursos, então não teria sentido cumprir a suspensão sem o recurso cabível", explicou o diretor jurídico cruzeirense Fabiano Oliveira Costa.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O Cruzeiro alega ainda que fez tudo que era possível para identificar os responsáveis. "Em termos técnicos, temos toda a comprovação de que o clube fez tudo o que podia, identificou os culpados pela briga, fez a notícia-crime contra os brigões na delegacia, tem acompanhado os procedimentos em prol da responsabilidade desses culpados. A gente está muito tranquilo", afirmou.

Se conseguir o efeito suspensivo, o Cruzeiro tem possibilidade de ser Campeão Brasileiro já no duelo contra o Grêmio. O time é líder da competição com 65 pontos, 12 a mais que Botafogo e Grêmio, e uma combinação de resultados pode garantir o título antecipado, justamente contra os gaúchos.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas