Ponte Preta vira sobre o Vasco e ainda sonha em sair da degola no Brasileirão

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Em uma falha do goleiro do time carioca, os donos da casa marcaram e asseguraram a vitória aos 44 minutos do segundo tempo do jogo no Moisés Lucarelli

Marcos Bezerra/Futura Press
Adrianinho comemora seu gol na virada da Ponte Preta sobre o Vasco

Na base da raça, a Ponte Preta venceu por 2 a 1, de virada, o Vasco, neste domingo, no Moisés Lucarelli, pelo Campeonato Brasileiro e segue com o sonho de sair da zona de rebaixamento. Após sair atrás no placar, o time campineiro chegou ao empate quando estava estava com um homem a menos e virou nos minutos finais após falha do goleiro Alessandro. Com o resultado, a equipe paulista chegou a 33 pontos e vai terminar a rodada na 17ª posição. Já os cruzmaltinos, seguem com a mesma pontuação do rival, mas atrás pelos critérios de desempate.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Em um primeiro tempo morno, o Vasco foi para o intervalo com a vantagem no placar após gol contra do zagueiro Diego Sacoman. Na etapa final, mesmo com um homem a mais, após expulsão do zagueiro Ferrón, os cruzmaltinos não conseguiram segurar o resultado e sofreram o empate com gol de Adrianinho. Já sem contar com o lateral direito Nei, também expulso, os cariocas viram a Ponte Preta virar aos 44 minutos, com Uendel, em falha do goleiro Alessandro.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Vasco vai encarar o Coritiba, no sábado, em Macaé. No dia seguinte, a Ponte Preta enfrenta outro time que está na zona de rebaixamento, o Criciúma, no interior catarinense.

O jogo 

A partida começou com as duas equipes cautelosas, mais preocupadas em não dar espaço para o adversário. A Ponte Preta esboçou uma marcação sob pressão, mas viu o Vasco criar as melhores chances de abrir o placar, principalmente em bolas levantadas na áreas. Em duas oportunidades, a defesa campineira desviou, mas nenhum cruzmaltino apareceu para colocar a bola para a rede.

Mais organizado em campo, o Vasco não permitia os avanços da Ponte Preta e conseguia atacar com mais intensidade. Os cruzmaltinos chegaram ao gol aos 15 minutos, em jogada de Yotún pela esquerda. O lateral cruzou forte para a área e o zagueiro Diego Sacoman, ao tentar cortar o perigo, acabou colocando para a própria rede.

Para piorar a situação da Ponte Preta, o atacante William sentiu uma lesão muscular e deixou o campo. Seu substituto, o atacante Leonardo foi quem fez a primeira finalização dos donos da casa. No entanto, o chute parou em defesa segura do goleiro Alessandro. Depois de um período com o duelo muito concentrado no meio, o Vasco criou boa chance aos 33, quando Reginaldo recebeu na área, mas finalizou fraco, sem problema para Roberto.

Nos minutos finais, as duas equipes tiveram boas chances de marcar. Primeiro, foi o Vasco, com Francismar, aos 43 minutos. Depois, foi a vez da Ponte Preta não aproveitar falha do goleiro Alessandro. Antes do apito final, Reginaldo finalizou errado, de frente para Roberto. Assim, os visitantes foram para o intervalo com a vantagem no placar.Na etapa final, com a necessidade de buscar o resultado, a Ponte Preta buscou mais o controle da partida, mas errava muito e não conseguia criar boas jogadas. O Vasco também não aproveitava o nervosismo do adversário e pecava nos passes no setor ofensivo. Para piorar a situação dos donos da casa, o zagueiro Ferrón foi expulso após dar uma peitada no lateral esquerdo Yotún.

Mesmo com um a menos, a Ponte Preta criou sua melhor chance na partida aos 23 minutos. Leonardo arriscou de fora da área, Alessandro espalmou para frente e Rildo apareceu para cabecear no rebote. No entanto, o goleiro cruzmaltino estava atento e fez nova defesa salvando os cariocas.

A resposta do Vasco veio quatro minutos depois. Thalles recebeu na área, passou pelo goleiro Roberto, mas perto ângulo. O atacante tocou para o meio da área e Nei apareceu para finalizar, mas a zaga salvou os donos da casa. Só que aos 34 minutos, a Ponte Preta chegou ao empate no Moisés Lucarelli. Adrianinho fez boa jogada individual e acertou chute no canto, sem chance para Alessandro.

O gol animou a Ponte Preta, que virou a partida aos 38 minutos, com Leonardo, mas o atacante finalizou por cima do gol. Para melhorar a situação dos campineiros, o lateral direito Nei foi expulso dois minutos depois, deixando as duas equipes com dez jogadores.

Nos minutos finais, empurrado pela torcida, a Ponte Preta partiu para cima do Vasco. Aos 43 minutos, Leonardo arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e bateu no travessão. De tanto insistir, os donos da casa foram recompensados aos 44. Uendel tentou de longe e viu o goleiro Alessandro falhar, deixando a bola passar por baixo do seu braço e ir para a rede e dar números finais no Moisés Lucarelli.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 2 X 1 VASCO

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 27 de outubro de 2013, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Cartões amarelos: Nei, Reginaldo e Sandro Silva (Vasco)
Cartões vermelhos: Ferrón (Ponte Preta); Nei (Vasco)

GOLS

PONTE PRETA: Adrianinho, aos 34min do segundo tempo; Uendel, aos 44min do segundo tempo
VASCO: Diego Sacoman (contra), aos 15min do primeiro tempo

PONTE PRETA: Roberto, Régis, Ferron, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Alef e Adrianinho; Rildo (Adaílton), Rafael Ratão (Fernando Bob) e William (Leonardo)
Técnico: Jorginho

VASCO: Alessandro, Nei, Jomar, Cris e Yotún (Jhon Cley); Sandro Silva, Wendel (André), Francismar e Marlone; Thalles e Reginaldo (Willie)
Técnico: Dorival Júnior

Leia tudo sobre: vascoponte pretabrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas