Emerson Sheik usa títulos para contestar cobranças ao Corinthians

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Herói na decisão da Libertadores do ano passado, contra o Boca Juniors, o atacante é um dos jogadores cobrados pela torcida do Corinthians pelo momento turbulento atual

Emerson está incomodado com as cobranças pelo mau momento do Corinthians, eliminado da Copa do Brasil e apenas na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro. Titular do segundo pior ataque da competição nacional, o Sheik usou as conquistas dos últimos para rebater os descontentes.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

“O Corinthians é o atual campeão do mundo, da Recopa e do Paulista. Não está bem no Brasileiro e foi eliminado da Copa do Brasil, mas não vejo nada de anormal. A situação pode não ser confortável, até pela manutenção do grupo de 2012, mas ganhamos vários títulos e o ano nem acabou ainda. Faz dois meses que fomos campeões. Caramba, gente, pelo amor de Deus, né?”, desabafou Emerson, após o empate por 1 a 1 com o Santos, neste domingo.

Herói na decisão da Libertadores do ano passado, contra o Boca Juniors, o atacante é um dos jogadores cobrados pela torcida do Corinthians pelo momento turbulento atual. Com atrasos recorrentes a compromissos do clube, ele polemizou também ao divulgar em rede social uma fotografia em que aparece beijando os lábios de um amigo.

“O meu recado não vai para a torcida, até porque é natural que eles cobrem”, ressalvou Emerson. “No fundo, o corintiano que se manifestou conhece os seus atletas e a importância de cada um para o time. Os torcedores sabem as conquistas que tivemos no Corinthians. É natural cobrar, mas não dá para esquecer o que já fizemos. E não estou falando de dez anos atrás”, insistiu.

Mesmo que o Corinthians termine o Campeonato Brasileiro distante da zona de classificação para a Copa Libertadores da América, portanto, o seu atacante estará satisfeito. “Não me contento com pouco. É pouco ser campeão brasileiro, da Libertadores e do Mundial?”, Emerson contestou mais uma vez.

Leia tudo sobre: Corinthiansigspbrasileirãoemerson sheik

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas