Wenger acha que Ferguson poderá voltar ao Manchester United: 'Tudo pode mudar'

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Em seis meses, vamos saber mais sobre isso (volta de Ferguson). Não podemos descartá-la totalmente", disse o técnico do Arsenal

Arquivo
Ferguson foi treinador do Manchester United

Técnico do Arsenal, Arsène Wenger ainda não se convenceu de que Sir Alex Ferguson deixou o Manchester United, em má fase no Campeonato Inglês. De acordo com o francês, a irregularidade dos Red Devils neste começo de temporada europeia poderá fazer o escocês voltar à ativa.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Em seis meses, vamos saber mais sobre isso (volta de Ferguson). Não podemos descartá-la totalmente", disse durante coletiva de imprensa, na qual também abordou a autobiografia do ex-colega de profissão, lançada recentemente.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Inglês

Wenger sabe que Ferguson saiu do United, mas ainda acha que o clube não saiu dele. "É difícil tomar uma droga por 30 anos e, do nada, parar", explicou, referindo-se ao longo tempo que o escocês permaneceu em Old Trafford: 27 anos.

Ainda segundo o treinador dos Gunners, é bem provável que o futebol inglês e europeu comece a ver cada vez menos a longevidade dos comandantes. "O desenvolvimento mudou; A pressão através da sociedade ficou muito maior, porque os níveis de paciência caíram", lamentou.

Sob o comando do também escocês David Moyes, o United, atual campeão, é só o oitavo colocado da Premier League, com oito pontos a menos do que o Arsenal, líder. Mas, na Liga dos Campeões da Europa, o time de Manchester lidera o Grupo A, com duas vitórias e um empate.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas