Com o triunfo, os Gunners abrem cinco pontos de vantagem sobre o rival Chelsea, que ainda jogará nesta nona rodada

O Arsenal não sentiu a derrota para o Borussia Dortmund, em casa, no meio de semana, pela Liga dos Campeões. Na manhã deste sábado, o time, mesmo com um jogador a menos durante todo o segundo tempo, conseguiu vencer o Crystal Palace por 2 a 0 no Selhurst Park e se isolar na liderança do Campeonato Inglês.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Arteta abriu o placar de pênalti para o Arsenal e, mais tarde, acabou expulso da partida
Clive Mason/Getty Images
Arteta abriu o placar de pênalti para o Arsenal e, mais tarde, acabou expulso da partida


Com o triunfo, os Gunners  abrem cinco pontos de vantagem sobre o rival Chelsea, que ainda jogará nesta nona rodada. Agora, a equipe do técnico Arsène Wenger pensará no Liverpool, próximo adversário na Premier League . O clássico será no sábado que vem, no Emirates Stadium.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Inglês

Enquanto isto, o Crystal Palace, que estava na segunda divisão na última temporada europeia, afundou-se ainda mais na zona de rebaixamento. Os Eagles têm só três pontos na tabela de classificação, mas poderão se recuperar diante do West Bromwich Albio, também no fim de semana.

E mais: Liverpool goleia com show de Suárez, e Manchester United sofre para vencer

Neste sábado, o Arsenal demorou para demonstrar que não será um mero coadjuvante na época 2013/2014. Mas, aos dois minutos do segundo tempo, Mikel Arteta cobrou pênalti e colocou os visitantes em vantagem no placar. Minutos depois, o mesmo Arteta levou Wenger à loucura.

Ele interrompeu bom contra-ataque dos mandantes, derrubando Chamakh, e foi advertido com o cartão vermelho. Com um a mais, o Crystal Palace cresceu no jogo e levou perigo ao goleiro Szczesny, que salvou os Gunners com boas defesas pelo menos duas vezes.

Faltando três minutos para o término do tempo regular, Aaron Ramsey foi acionado pela esquerda, invadiu a área adversária e deu toque por cobertura para Giroud, que, sem marcação, só teve o trabalho de cabecear firme, fazer 2 a 0 e definir mais uma vitória do time na competição nacional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.