Com dúvida na escalação, Silas aprova jogo-treino do América-MG

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Mesmo gostando do desempenho do time no treinamento, o técnico mantém dúvida na equipe que enfrenta o Paysandu, terça-feira, no Independência

O técnico Silas ficou satisfeito como desempenho do América-MG no jogo-treino contra a equipe júnior, vencido pelos profissionais por 4 a 0. O treinador do Coelho gostou que viu e afirmou que o treino serviu para avaliar tanto a sua equipe como os jogadores da base. Silas também ressaltou a importância de treinar no Independência, para que os jogadores criarem mais identidade com o estádio.

América-MG ainda sonha com o acesso. Confira a classificação da Série B

"É natural que os clubes treinem pelo menos uma vez no campo do jogo, o que ajuda os jogadores a criarem maior identidade com o estádio. Você treinar no campo onde você joga você marca referências no gramado, em uma placa de propaganda ou em outro detalhe que o ajude a se localizar e se posicionar melhor. O ideal seria se pudéssemos treinar pelo menos uma vez por semana aqui. O São Paulo faz isso no Morumbi, Grêmio e Inter em seus estádios e outros tantos clubes", disse.

Mesmo gostando do desempenho do time no treinamento, Silas mantém dúvida no time que enfrenta o Paysandu, terça-feira, no Independência. O treinador não terá o meia-atacante Nikão, suspenso pelo terceiro amarelo. Para posição, tem três opções: Fábio Júnior, que marcou três gols no jogo-treino, Alessandro e Marcão.

"Gostei do Alessandro, gostei do Fábio Júnior e gostei do Marcão. Eu tenho três opções, vou analisar o Paysandu e, dentro daquilo que eu entender, pode jogar qualquer um dos três. Ainda vamos ter também mais três dias para trabalhar antes do jogo, portanto, não há necessidade definir agora", disse.

Leia tudo sobre: América-MGSilasSérie B

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas