Técnico do Santos não vê vantagem em eliminação de rival antes do clássico

Por iG São Paulo * | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Para Claudinei Oliveira, Corinthians estará ainda mais motivado para o jogo deste domingo após cair ante o Grêmio na Copa do Brasil

Flickr/Santos F.C.
Claudinei Oliveira, técnico do Santos

O técnico Claudinei Oliveira não acredita que a eliminação do Corinthians para o Grêmio, nas quartas de final da Copa do Brasil, dê alguma vantagem ao Santos para o clássico do próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena Fonte Luminosa. Para o treinador, a queda no torneio pode até mesmo servir de motivação para o rival, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Comente esta notícia com outros torcedores

"O Corinthians empatou os dois jogos contra o Grêmio (por 0 a 0, em ambos) e perdeu nos pênaltis. Está havendo toda essa repercussão porque o (Alexandre) Pato perdeu o pênalti, da forma como perdeu. Ele foi infeliz na cobrança. Mas, se houvesse desperdiçado o pênalti, chutando na trave, talvez fosse diferente (a reação da torcida e da mídia). O Corinthians vai vir a 120 km/h para essa partida. Temos que ficar atentos para não sermos surpreendidos", afirmou.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Oliveira lembrou do confronto entre as duas equipes no primeiro turno. Na 12ª rodada do Brasileirão, o Santos conseguiu empatar com os corintianos, por 1 a 1, na Vila Belmiro, apenas cinco dias após a goleada sofrida para o Barcelona (Espanha), por 8 a 0, em amistoso realizado no Camp Nou.

"No primeiro turno, nós fomos goleados pelo Barcelona (no dia 2 de agosto), encaramos viagem, fuso horário, pressão da torcida e empatamos com eles. Tomamos um gol logo no começo do jogo (do zagueiro Paulo André), empatamos (com o centroavante Willian José) e fizemos uma grande apresentação. Isso serve de exemplo e nos mostra que não podemos entrar com sangue doce. Eles vão com a faca nos dentes para essa partida. Com isso, vamos ter que brigar por cada palmo de campo. Só assim poderemos vencer", concluiu.

Se por um lado o Corinthians teve um desgastante jogo contra o Grêmio, o Santos contou com uma semana livre para trabalhar, após golear o Náutico, no último sábado, na Arena Pernambuco. O técnico, no entanto, não vê isso como vantagem.

"Acho que para o jogo, vamos nos sentir um pouco mais descansados. Durante a semana, nós pudemos fazer alguns trabalhos táticos e de finalização, que não vinham sendo possíveis antes. Tivemos mais tempo para trabalhar. Treino é repetição e é isso que faz a perfeição. Claro que eles tiveram um desgaste todo, que nós não tivemos, pois estávamos aqui, apenas treinando. Mas não podemos achar que isso é uma grande vantagem", avaliou Claudinei Oliveira.

O Santos ocupa o oitavo lugar no Brasileirão, com 43 pontos ganhos, sete a menos em relação ao Botafogo, último integrante do G4, que garante vaga na próxima Copa Libertadores. O Corinthians tem três pontos a menos, na 12ª posição.


* Com Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: santosclaudinei oliveirabrasileiraoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas