Vasco vence no Maracanã, mas é o Goiás que avança para pegar o Fla na semifinal

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Jovem atacante Thalles fez dois gols no triunfo por 3 a 2 dos cariocas, placar insuficiente para classificar o time cruzmaltino na Copa do Brasil

O Goiás será o adversário do Flamengo em uma das semifinais da Copa do Brasil. Em jogo emocionante, disputado na noite desta quinta-feira, no Maracanã, o Vasco venceu por 3 a 2, resultado insuficiente para garantir a classificação da equipe carioca, que precisava de uma vitória por dois gols de diferença para compensar os gols marcados pelo adversário.

Confira o chaveamento da Copa do Brasil e os artilheiros da competição

A torcida fez a sua parte, comparecendo em grande número e incentivando a equipe comandada por Dorival Júnior até o fim. O jovem atacante Thalles foi o destaque da equipe carioca. Ele marcou dois gols e mostrou que pode ser a solução para os problemas ofensivos do time de São Januário.

Alexandre Loureiro/Inovafoto/Gazeta Press
Hugo marcou o primeiro do Goiás contra o Vasco

O Goiás saiu perdendo por 2 a 0, mas soube reagir e conseguir o resultado que garantia a sua vaga. Walter, o destaque da equipe, acabou saindo no início do segundo tempo após se queixar de lesão muscular.

O jogo - O Goiás deu a saída e, antes dos dez segundos, obrigou o goleiro Alessandro a trabalhar em chute de Eduardo Sasha. Aos dois minutos, em seu primeiro ataque, o Vasco marcou o primeiro gol. Juninho Pernambucano lançou Fagner que fez ótima jogada individual, pela direita, e lançou para Thalles que dominou com categoria e bateu cruzado para colocar a bola nas redes de Renan.

A vantagem empolgou a grande torcida cruz-maltina que compareceu ao Maracanã e que passou a incentivar a equipe em busca do segundo gol.

Aos oito minutos, Walter e Renato Silva se chocaram em dividida pelo alto e o atacante goiano levou a pior,sofrendo um corte que o levou a sair de campo durante alguns minutos. O Goiás tentava se aproximar da área carioca, trocando passes curtos, mas a defesa do Vasco estava bem postada e conseguia bloquear as investidas da equipe visitante. Aos 12 minutos, David cobrou falta e Alessandro encaixou sem dificuldades.

O Vasco mantinha Thalles isolado na frente, enquanto Reginaldo se revezava com Juninho Pernambucano nas manobras do ataque. Aos 16 minutos, o Vasco ampliou. O atacante Thalles foi lançado pela esquerda e quando todos esperavam que o garoto lançasse para Juninho Pernambucano que estava livre na área, ele optou pelo chute e colocou a bola no canto esquerdo de Renan.

O Goiás não desanimou e marcou o primeiro gol,aos 18 minutos. Walter recebeu na direita, se livrou com facilidade da marcação e fez passe perfeito para Hugo que entrava, sem marcação, pela esquerda. O jogador goiano bateu com categoria para marcar.

Flickr oficial do Vasco
Juninho Pernambucano, do Vasco, disputa a bola com Amaral, autor do segundo gol do Goiás

O gol do Goiás não reduziu o entusiasmo do Vasco que continuou atuando de forma agressiva, buscando a marcação do terceiro gol. Aos 28 minutos, Thalles, que dava muito trabalho aos zagueiros, recebeu a bola e passou para Juninho concluir, de esquerda, mas Renan defendeu com facilidade.

Aos 30 minutos, um cruzamento de Juninho encontrou Luan na área e o zagueiro cabeceou para as redes de Renan, mas o árbitro marcou impedimento, embora Amaral estivesse dando condição ao jogador da equipe carioca. O banco do Vasco reclamou muito e o árbitro expulsou o preparador físico Celso Resende.

O time dirigido por Dorival Júnior seguiu pressionando e, aos 30 minutos, Juninho fez ótimo passe para Fagner que penetrava pelo meio, mas a conclusão do lateral-direito encobriu o travessão. Aos 40 minutos, após boa troca de passes, Fagner cruzou fechado e o goleiro Renan saiu com precisão para afastar o perigo. No último lance importante da primeira etapa, Jhon Cley driblou seu marcador e cruzou para a pequena área, mas Thalles e Reginaldo chegaram atrasados.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo e o Vasco criou a primeira chance, no primeiro minuto, em chute de Fillipe Soutto que levou perigo ao gol defendido por Renan. Aos três minutos, quase que a equipe carioca marca o terceiro. Após troca de passes na entrada da área, Reginaldo fez ótimo passe para Thales que bateu contra a saída de Renan, mas o goleiro salvou.

Aos sete minutos, o goleiro do Goiás voltou a aparecer bem, defendendo, em dois tempos, um chute longo de Juninho. O Goiás marcou o gol do empate aos 11 minutos. Vítor cobrou o lateral, Walter escorou de peito e Amaral chutou prensado, mas conseguiu colocar a bola nas redes de Alessandro. Assim que conseguiu a igualdade, o técnico Enderson Moreira trocou o atacante Roni pelo volante Thiago Mendes.

O Vasco passou a pressionar em busca do gol de desempate, mas a defesa goiana se defendia bem, com o goleiro Renan aparecendo com destaque nos momentos em que era exigido, como aconteceu aos 16 e 18 minutos. Na sequência, o atacante Walter, destaque do Goiás, sentiu um problema muscular e pediu para sair.

Willie entrou no lugar do volante Sandro Silva e na primeira intervenção, aos 22 minutos, mandou uma bomba que passou muito perto do gol defendido por Renan. O Vasco seguiu pressionando e, aos 34 minutos, acabou marcando o terceiro gol.Após cruzamento de Yotún,da esquerda, Willie se antecipou aos zagueiros e meteu a cabeça para colocar a bola nas redes.

A vantagem incendiou a torcida que passou a empurrar o time em busca do quarto gol que lhe daria a classificação. Aos 40 minutos, Fagner cruzou para Willie na área, mas a bola bateu no joelho do atacante e acabou nas mãos de Renan.

Juninho ainda teve a chance de marcar o quarto gol, em cobrança de falta, mas a bola subiu demais. E o goleiro Alesandro ainda evitou o empate, defendendo a conclusão de Júnior Viçosa. Ao final da partida, mesmo frustrada com o resultado, a torcida do Vasco aplaudiu o time, reconhecendo a boa atuação.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ 3 X 2 GOIÁS-GO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 24 de outubro de 2013 (Quinta-feira)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC)
Cartões Amarelos: Sandro Silva, Pedro Ken(Vasco); Amaral(Goiás)

Gols:
VASCO: Thalles aos dois e 16 minutos do primeiro tempo; Willie aos 34 minutos do segundo tempo
GOIÁS: Hugo aos 18 minutos do primeiro tempo; Amaral aos 11 minutos do segundo tempo

VASCO: Alessandro, Fagner, Luan, Renato Silva e Yotún; Sandro Silva(Willie), Fillipe Soutto (Pedro Ken), Juninho Pernambucano e Jhon Cley(Marlone); Reginaldo e Thalles
Técnico: Dorival Júnior

GOIÁS: Renan, Vítor, Ernando, Rodrigo e Willian Matheus; Amaral, David, Eduardo Sasha(Júnior Viçosa) e Hugo; Roni (Thiago Mendes) e Walter(Wellinton Júnior)
Técnico: Enderson Moreira

Leia tudo sobre: copa do brasilgoiásvasco

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas