Vasco reclama da arbitragem e agradece apoio da torcida, mesmo com eliminação

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

pós o apito final, a torcida que encheu o Maracanã reconheceu o esforço dos jogadores cruzmaltinos e aplaudiram o time mesmo com o resultado adverso

A má fase no Campeonato Brasileiro não espantou o torcedor do Vasco para a decisão desta quinta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Derrotado por 2 a 1 no primeiro jogo, o time de São Januário precisava reverter a vantagem no Maracanã, conseguiu vencer por 3 a 2, mas não foi o suficiente para evitar a eliminação. Após o apito final, porém, a torcida reconheceu o esforço dos jogadores cruzmaltinos e aplaudiram o time mesmo com o resultado adverso.

Vasco vence no Maracanã, mas é o Goiás que avança para pegar o Fla na semifinal

"A partir do momento em que o profissional dá tudo dentro de campo, ele tem que sair de cabeça erguida. A torcida comemora no final do jogo porque viu que fizemos tudo o que a gente podia", disse o atacante Reginaldo, que teve o discurso endossado pelo meia Juninho Pernambucano: "O torcedor, sempre que você tem uma demonstração de raça e de vontade, ele entende".

Flickr oficial do Vasco
Juninho Pernambucano, do Vasco, disputa a bola com Amaral, do Goiás

Na saída de campo, o Reizinho não falou apenas sobre o apoio que veio das arquibancadas, também lamentou a falta de sorte no jogo e não deixou de criticar um erro da arbitragem no primeiro tempo. "Nós falamos com o bandeira e ele argumentou que não dá para acertar sempre. A gente merecia uma sorte melhor e foi um jogo em que a gente procurou o tempo inteiro a classificação".

Confira o chaveamento da Copa do Brasil e os artilheiros da competição

Quando o Vasco vencia por 2 a 1, o zagueiro Luan completou o cruzamento de Juninho Pernambucano e marcou o terceiro do time carioca. O assistente, no entanto, anulou o gol de forma equivocada, gerando uma inevitável revolta por parte dos jogadores vascaínos.

"Não vou colocar a desculpa no erro da arbitragem, que, como sempre, vem prejudicando o vasco nos nossos jogos. Se ele tivesse dado o gol legitimo, nos sairíamos com a classificação, mas infelizmente, eles são uma pedra no nosso caminho. Vamos ver agora qual vai ser a punição do árbitro, porque ele não pode deixar de ser punido em um jogo que nos tirou a classificação", esbravejou Sandro Silva.

Leia tudo sobre: Copa do BrasilVasco

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas