Mesmo sem título, Alonso diz que anos na Ferrari foram os melhores da carreira

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Espanhol afirmou que correr pela equipe é sonho realizado, mas não esconde a frustração pelas sucessivas derrotas para Sebastian Vettel, da Red Bul

Fernando Alonso é bicampeão mundial de Fómula 1, mas nenhum de seus títulos foi conquistado na Ferrari. Defendendo a equipe italiana há quatro temporadas, o espanhol não esconde a frustração pelas sucessivas derrotas para Sebastian Vettel, da Red Bull, mas diz que os anos correndo pelo time de Maranello foram os melhores de sua carreira.

Fernando Alonso em seu primeiro kart, construído por seu pai. Foto: ReproduçãoO piloto começou cedo no mundo do automobilismo. Foto: ReproduçãoO espanhol aos 8 anos, idade em que foi campeão de kart das Astúrias e Galiza. Foto: ReproduçãoFernando Alonso entra oficialmente como piloto titular da Fórmula 1 pela Minardi, em 2001. Foto: Getty ImagesEm 2002, o piloto tornou-se piloto de testes da Renault ao lado de Trulli e Button. Foto: Getty ImagesEm 2003, o corredor foi anunciado como piloto oficial da equipe. Foto: Getty ImagesCorrendo pela escuderia francesa, na Malásia, o espanhol alcançou sua primeira pole position. Foto: Getty ImagesNo mesmo ano em que entrou na Renault, Alonso já conquistou sua primeira vitória da carreira, no GP da Hungria. Foto: Getty ImagesNo Brasil, em 2005, Fernando Alonso conquista seu primeiro título mundial de Fórmula 1. Foto: Getty ImagesAlonso sagrou-se bi campeão no circuito de Interlagos em 2006. Foto: Getty ImagesEm 2007, Alonso mudou de equipe, indo para a McLaren. Foto: Getty ImagesApós um ano ruim na McLaren, em 2008 Alonso voltou a correr pela Renault. Foto: Getty ImagesEm 2010, Alonso começa a defender sua atual equipe, a Ferrari. Foto: Getty Imagesno mesmo ano, Alonso terminou o mundial de pilotos em segundo, ficando atrás de Sebastian Vettel. Foto: Getty ImagesSua vitória em Valência, neste ano, marcou sua carreira. O espanhol saiu da 11ª posição do grid e conquistou a primeira posição. Foto: Getty ImagesApós dois anos, o ferrarista consegue sua primeira pole, no GP da Grã-Betanha em 2012. Foto: Getty Images

"Nestes quatro últimos anos, briguei por três campeonatos. Por um lado é triste, pois você está muito perto de vencer. Por outro, estou extremamente orgulhoso. Estou na minha melhor forma e fazendo as melhores corridas da minha vida nestes anos. Então fico extremamente orgulhoso quando deito em minha cama", afirmou Alonso.

Getty Images
Fernando Alonso ainda não conquistou títulos pela Ferrari

Segundo o bicampeão, guiar um carro da Ferrari é um sonho realizado. Apesar de lamentar a falta de títulos no período, o espanhol sabe que a equipe o colocou em condições de lutar pelo título.

"Sabia que eu teria a chance de brigar por campeonatos, talvez conquistá-los. Lutei por Mundiais em três anos, então é mais ou menos o que eu esperava. Se eu não consegui, é porque houve um time e um piloto melhor que nós nestes quatro anos. Eles merecem e nós damos os parabéns", falou o espanhol, sem citar os nomes de Vettel e da Red Bull.

O domínio da equipe austríaca nos últimos quatro anos, no entanto, não desanima Alonso em relação a seu futuro. "Obviamente, eu gostaria de vencer. Ainda tenho 32 anos, então não é como se fosse o último ano da minha carreira. Eu tenho certeza de que teremos mais oportunidades, eu gostaria de vencer mais campeonatos", concluiu o ferrarista.

Leia tudo sobre: Fórmula 1FerrariFernando Alonso

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas