Em jejum, Barcelona diz que não piorou e mantém confiança para enfrentar o Real

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

"Não tenho dúvida sobre a capacidade da equipe. Nosso jogo não piorou e não acho que regredimos", disse o técnico Tata Martino

Após dois jogos seguidos sem vitória, o Barcelona tenta transparecer paz antes do clássico de sábado contra o Real Madrid, pelo Campeonato Espanholl. A equipe catalã vem de empates com o Osasuna e o Milan, mas segue líder tanto na competição nacional quanto em seu grupo na Liga dos Campeões.

Veja classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Espanhol

"Não tenho dúvida sobre a capacidade da equipe", disse o técnico Tata Martino. "Eu gostaria de ter vencido Osasuna e Milan, mas estamos indo bem e ainda estamos crescendo", acrescentou o treinador, que assumiu a equipe na pré-temporada no lugar de Tito Vilanova, que luta contra um câncer.

Leia mais: Se ficar entre os 3 melhores do mundo, Neymar renderá R$ 6 milhões ao Santos

O treinador entende que o time está em um bom nível como antes, mas tem enfrentado adversários mais capacitados. "Nosso jogo não piorou e não acho que regredimos. Contra times que se fecham atrás, é mais fácil marcar quando você recupera a posse de bola em vez de fazer passes curtos que dão tempo a seu adversário para reorganizar", disse Martino.

O Milan dominou o jogo contra o Barça nos minutos iniciais e foi recompensado com um gol de Robinho, após passe de Kaká, logo aos 9 minutos de partida. O Barça empatou aos 23 minutos, com Messi finalizando de dentro da área depois de um passe de Andrés Iniesta, que roubou a bola no meio-campo.

"É um ponto bom, mas nós merecíamos mais. Nós só tivemos pouca intensidade nos primeiros 15 minutos e a punição foi severa demais", analisou Martino.

*com Reuters

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhabarcelonareal madrid

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas