Mata-matas nacionais entre Flamengo e Botafogo têm tropeços de favoritos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Rivais cariocas se encontraram em fases decisivas duas vezes, ambas pelo Brasileirão. Cada um levou a melhor em uma oportunidade

Flickr/Botafogo F.R.
Botafogo e Flamengo decidem vaga na semifinal da Copa do Brasil nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, o Maracanã será palco do jogo de volta entre Flamengo e Botafogo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Apesar de o encontro ser inédito na história da competição, os dois rivais cariocas já estiveram frente a frente em duelos nacionais de mata-mata. Ambos aconteceram pelo Campeonato Brasileiro e tiveram vitória de quem não chegou ao confronto na condição de favorito.

Quem passa à semifinal da Copa do Brasil: Flamengo ou Botafogo? Comente

O primeiro destes encontros aconteceu em 1981, nas quartas de final do Brasileirão. Apesar de ter feito campanha inferior nas fases anteriores, o Flamengo era o atual campeão nacional e viria a conquistar a Libertadores e o Mundial meses mais tarde. Tinha o time mais forte da sua história. Do outro lado, o Botafogo atravessava um período de 13 anos sem títulos. A partida de ida terminou sem gols. No duelo da volta, Zico abriu o placar para o clube da Gávea, mas a reação do outro lado não demorou a acontecer.

Ainda no primeiro tempo, Mendonça empatou para o Botafogo. Seria apenas o primeiro ato do show do meia, que deu o passe para Jerson virar e marcou o terceiro gol da equipe após belo drible no craque flamenguista Júnior dentro da área. A vitória por 3 a 1 classificou o time de General Severiano, que acabou sendo eliminado na fase seguinte pelo São Paulo.

O segundo encontro em mata-mata aconteceu na decisão do Brasileirão de 1992. O Botafogo tinha feito a melhor campanha e jogava por dois empates para ser campeão, mas o Flamengo rapidamente acabou com essa vantagem ao marcar três gols no primeiro tempo do jogo de ida. O placar se manteve até o fim e praticamente selou a decisão.

No dia seguinte à essa partida, Renato Gaúcho, que na época defendia o Botafogo, apareceu em um churrasco comemorativo na casa do flamenguista Gaúcho. O ato gerou a insatisfação dos torcedores alvinegros e culminou no afastamento do atacante do clube.

A segunda partida terminou em gols, mas o que acabou sendo mais lembrado naquele dia não foi a festa flamenguista pelo título. Uma grade da arquibancada do Maracanã cedeu durante o jogo, o que acabou resultando a queda de centenas de pessoas para o anel inferior. Três pessoas morreram. 

Nesta quarta-feira, o histórico dos confrontos entre Flamengo e Botafogo nos mata-matas de competições nacionais será desempatado. A situação está bastante aberta, já que o primeiro jogo terminou empatado sem gols. Como os confrontos acontecem no mesmo estádio, o gol marcado fora de casa não é levado em conta como critério de desempate. Portanto, se houver uma nova igualdade, por qualquer que seja o placar, a definição do semifinalista da Copa do Brasil acontecerá nos pênaltis.

Leia tudo sobre: BotafogoFlamengoCopa do Brasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas