Encarado como obrigação, Wesley diz que vai comemorar possível título da Série B

Por Gabriela Chabatura - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Volante afirmou que haverá festa sim se o Palmeiras conquista ro troféu da segunda divisão do Campeonato Brasileiro

Divulgação/Palmeiras
Wesley, meia do Palmeiras

Tido como obrigação na atual temporada, o título da Série B do Campeonato Brasileiro já causa divergências dentro do Palmeiras. Enquanto a diretoria considera a conquista um dever, os jogadores acreditam que ele precisa ser comemorado e promete fazer festa se concretizado. Pelo menos é o que garante o volante Wesley.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Fala-se muito em obrigação, mas sabemos o quanto é complicado e difícil jogar a Série B. Mas se Deus quiser vamos conquistar o acesso. Quero ser campeão também e aí eu vou quebrar tudo. Porque a gente trabalha para caramba e, independente de ser Série B, tem de ser comemorado. O acesso é prioridade e Deus vai nos proporcionar isso no fim de semana. Tomara que dê tudo certo", declarou o palmeirense durante entrevista coletiva nesta terça-feira.

Leia mais:  Após folga, Palmeiras faz treino físico com Valdivia e Vilson

Apesar da confiança, o jogador tenta em conter a euforia para o duelo decisivo no sábado, no Pacaembu. Diante do São Caetano, o Palmeiras pode conquistar a volta à Série A na 32ª rodada da competição, no reencontro com a torcida.

"A ansiedade é grande e natural, mas temos de nos conter. A minha cabeça está focada para o jogo e o futuro a Deus pertence. Eu ainda não quero pensar no que vem depois. Vamos ter mais uma oportunidade de grande importância neste sábado, mas sabemos que ainda não conquistamos nada. Vamos focar e descansar para no fim de semana demonstrarmos o bom futebol", completou.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias da Série B

Wesley também minimizou a pressão e até brincou com o fato de ter que viajar muito na Série B e ficar longe do filho Lian. "Acho que desde o começo procuramos (o grupo) estar todos juntos. Tínhamos consciência de que ficaríamos longe dos nossos familiares. Daqui a pouco, estou vendo meu filho de cavanhaque (risos). Mas acho que todo sacrifício é válido e estamos podendo colocar o Palmeiras no lugar que ele merece", afirmou.

Em 56 jogos pelo Palmeiras, Wesley contabiliza sete gols, todos marcados na Série B, e dez assistências.

Leia tudo sobre: palmeiraswesleyigspsérie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas