Com defesa em alta, Edson Silva agradece a Muricy por poder dormir

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

São Paulo não sofre gols há quatro rodadas e zagueiro elogia treinador: "O bicho é linha dura, mas transmite confiança e tranquilidade"

Arquivo
Edson Silva, zagueiro do São Paulo

O zagueiro Edson Silva passou bastante tempo com insônia. A cura apareceu com Muricy Ramalho. Sob o comando do treinador, a defesa do São Paulo finalmente melhorou no Campeonato Brasileiro - não sofreu gol nas últimas quatro rodadas - e impulsionou o time para longe da zona de rebaixamento.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Como todos viram, a gente estava sofrendo muito. Eu não conseguia dormir direito. Quando a fase do time que defendo é ruim daquele jeito, sinto bastante. Costumo ficar preocupado, pensando em quando os problemas acabarão, e não pego no sono. Estava difícil. Pelo amor de Deus!", comentou Edson Silva, aliviado com a evolução tricolor.

Leia mais: 'Guerra' contra o Bahia vira exemplo de mudança no São Paulo

Para o defensor, o grande responsável por tirar o São Paulo de um pesadelo foi Muricy Ramalho, que já começa a fazer os seus jogadores sonharem com um bom final de temporada. "O Muricy tem uma identificação muito grande com o clube, até porque ganhou títulos importantes aqui. Ele busca dentro da alma dele a motivação para os atletas. O cara que não consegue jogar bem com ele dificilmente vai fazer isso com outro treinador. O bicho é linha dura, mas transmite confiança e tranquilidade", defendeu.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Edson Silva é um exemplo de jogador do São Paulo confiante e tranquilo. Na segunda-feira, antes de a equipe viajar para o Chile (onde enfrentará a Universidad Católica na quarta, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-americana), o zagueiro apareceu sorridente na sala de imprensa do CT da Barra Funda. Não se preocupou nem mesmo quando a possibilidade de ele sair do clube no final do ano foi cogitada.

E ainda: São Paulo viaja para o Chile sem Luis Fabiano e Reinaldo

"É claro que o meu ego melhorou com as vitórias e o bom momento defensivo, mas isso não vale só para mim. O grupo inteiro está feliz. Um time não se faz só com a defesa. O importante é que a nossa atenção melhorou muito. Não que estivéssemos dando o rebaixamento como certo antes, mas as coisas não vinham dando certo. O Muricy nos motivou de um jeito que só ele consegue fazer", agradeceu.

Apesar de tantos elogios a Muricy Ramalho, Edson Silva fez questão de ressalvar que o seu discurso não deveria ser encarado como uma crítica aos treinadores anteriores do São Paulo. "Cada um tem a sua filosofia de trabalho. O professor Muricy conseguiu encaixar o time com as peças que tinha. Dentro de campo, ele faz o simples. E esse esquema de três zagueiros deu certo", disse Edson Silva, um dos beneficiados pela mudança de sistema tático.

Rogério Ceni é festejado pelos companheiros de São Paulo após abrir o placar em Itu. Foto: Helio Suenaga/Gazeta PressDouglas é marcado por Léo Moura em ataque do São Paulo. Foto: Luís Moura/Gazeta PressAlém de cruzarem os braços, tricolores e rubro-negros bateram bola por um minuto. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressAtletas de São Paulo e Flamengo se reúnem antes do jogo em Itu para combinar o protesto. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressBruno Silva e Ganso disputam bola no jogo entre Atlético-PR e São Paulo. Paranaenses venceram por 3 a 0 na 33ª rodada. Foto: Heuler Andrey/ Agif/Gazeta PressAloisio entra em dividida com Valdomiro durante a vitória do São Paulo sobre a Portuguesa no Morumbi. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressAloísio pisa em Douglas, que comemora com Rodrigo Caio gol diante da Portuguesa.  SP venceu por 2 a 1 na 32ª rodada. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloísio comemora um de seus três gols da vitória do São Paulo sobre o Internacional pela 31ª rodada do Brasileirão. Foto: Site oficialOtávio recebe forte marcação de Edson Silva na partida Internacional x São Paulo. Foto: Site oficial do São PauloAloísio abriu o placar para o São Paulo no duelo com o Internacional pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foto: VINÍCIUS COSTA/Preview.com/Gazeta PressAloísio comemora gol sobre o Bahia com Paulo Henrique Ganso. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressGanso tenta drible em ataque do São Paulo contra o Bahia. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressRogério Ceni cumprimenta os jogadores do São Paulo após a vitória sobre o Bahia. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressJogadores do São Paulo comemoram gol de Ganso no Morumbi. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressAloísio arrisca chute ao gol do Náutico. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressO são-paulino Aloíso e o corintiano Paulo Andrpe brigam pela posse de bola no clássico do Morumbi. Foto: Luís Moura/Gazeta PressReinaldo comemora gol, o segundo do São Paulo para cima do Cruzeiro no Mineirão. Foto: Rubens Chiri/São PauloDouglas comemora o primeiro gol do São Paulo no Mineirão. Foto: Cristiane Mattos/Futura PressZagueiro Antônio Carlos marcou duas vezes no triunfo do São Paulo contra o Vitória. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoAdemilson foi titular do São Paulo contra o Vitória e deve encarar o Cruzeiro. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoRogério Ceni reclamou muito da arbitragem de São Paulo 3 x 2 Vitória. Foto: Rubens Chiri/DivulgaçãoJadson domina a bola pelo São Paulo marcado de perto por Alison, volante do Santos. Tricolor perdeu por 3 a 0 o jogo. Foto: Lucas Baptista/Futura PressLuis Fabiano divide a bola com Dida em ataque do São Paulo. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressHugo, do Goiás, e Rodrigo Caio, do São Paulo, em disputa de bola no jogo pela 23ª rodada do Brasileirão. Foto: Futura PressWelliton e Denílson comemoram o gol da vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG no Morumbi. Foto: Gazeta PressAntônio Carlos marcou seu primeiro gol com a camisa do São Paulo. Foto: DivulgaçãoRogério Ceni lamenta pênalti perdido. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressAloísio comemora gol do São Paulo com os companheiros. Foto: W. CORREIA NETO/Gazeta Press Rodrigo Caio marca Seedorf no confronto entre São Paulo e Botafogo. Foto: Gazeta PressGilberto corre para festejar um dos gols da Portuguesa diante do Bahia, no Canindé. Foto: Futura Press/Léo PinheiroSão Paulo bateu o Fluminense no Morumbi. Foto: PhotocameraLuis Fabiano e Reinaldo marcaram para o São Paulo contra o Fluminense. Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto/Gazeta PressElias protege a bola da marcação de Wellington em ataque do Flamengo. Foto: Alex Farias/Photopress/Gazeta PressPaulo Baier festeja gol marcado sobre o São Paulo. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressJadson perdeu pênalti no empate entre Flamengo e São Paulo por 0 a 0 no Distrito federal. Foto: Futura PressRodrigo Caio sobe com Rafael Toloi e desvia de cabeça para fazer o gol do São Paulo. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressDanilo disputa a bola pelo alto com Rafael Tolói durante clássico no Pacaembu. Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta PressLuan fez os três gols do Cruzeiro contra o São Paulo no Morumbi. Foto: Piervi Fonseca/Agif/Gazeta PressRogério Ceni marcou de falta, mas não evitou derrota do São Paulo por 3 a 2 para o Vitória. Foto: Gazeta PressLuis Fabiano disputa lance em jogo contra o Bahia. Foto: SÉRGIO BARZAGHI/GAZETA PRESSJogadores do Santos comemoram gol de Giva no clássico. Foto: RENATO SILVESTRE/Gazeta PressLuis Fabiano arrisca finalização ao gol do Grêmio. Foto: Edu Andrade/Fatopress/Gazeta PressRogério Ceni pula, mas não consegue defender a cabeçada do zagueiro Rodrigo, do Goiás. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressAtlético-MG x São Paulo. Foto: Site oficialLuís Fabiano marcou duas vezes na goleada por 5 a 1 sobre o Vasco. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta PressDenilson e Jadson celebram gol do São Paulo. Foto: CÉLIO MESSIAS/Gazeta Press


Leia tudo sobre: Edson SilvaMuricy RamalhoSão Paulobrasileiraoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas