São Paulo se retrata e promete cumprir código de ética entre clubes formadores

Por Gabriela Chabatura - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Depois de alguns clubes ameaçar não participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior, diretoria do São Paulo se posicionou e disse que priorizará conversas com formadores

Divulgação
Lucão, do sub-17 da Ponte Preta, é alvo de briga com o São Paulo

Após pressão de pelo menos oito clubes (Botafogo, Fluminense, Vasco, Flamengo, América-MG, Vitória, Sport e Corinthians), o São Paulo se posicionou e prometeu cumprir o acordo estabelecido nas últimas semanas, durante uma reunião realizada na sede da FPF (Federação Paulista de Futebol), que discutiu a quebra do código de ética feito entre os clubes no ano passado.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"Nós enviamos um documento à federação dizendo que gostamos da reunião que tivemos e que estamos abertos às novas conversas. Reiteramos o desejo de estabelecer uma relação boa entre os clubes e cumprir o acordo proposto", afirmou José Francisco Mansur, advogado e assessor da presidência do São Paulo, ao iG

Uma nova reunião com os participantes da Copa São Paulo de Futebol Júnior não está descartada pela federação. "Eu não vi o documento enviado pelo São Paulo, mas já estou sabendo. Vou conversar com o presidente Marco Polo Del Nero para discutir se haverá ou não um novo encontro", disse o vice-presidente Reinaldo Carneiro Bastos. 

As agremiações exigiam que o São Paulo se retratasse publicamente por contratar atletas sem consultar o clube formador e se comprometesse a assinar e cumprir um documento de conduta. 

Por outro lado, alguns clubes se recusaram a deixar a Copinha. Apesar disso, eles se disseram contra a postura adotada pelo São Paulo e também contribuem para a discussão da moralidade e ética estabelecidas entre os clubes. Internacional, Grêmio, Palmeiras e Bahia são os que garantiram presença na competição para o próximo ano. O Santos era o único do eixo Estado de São Paulo que ainda não havia se pronunciado sobre o assunto.

De acordo com o grupo, as reivindicações não são contra a instituição São Paulo, e sim a algumas pessoas dentro do clube que agem de uma maneira antiética. Entre os apontados pela prática, está o diretor José Geraldo Oliveira. A ameaça de boicote teve por objetivo impulsionar a investigação do presidente Juvenal Juvêncio no futebol amador.

A discussão explodiu quando a Ponte Preta, em setembro, acusou o São Paulo de aliciar o goleiro Lucão, da equipe sub-17. O clube de Campinas que investia na formação do jovem atleta desde os 11 anos, perdeu-o depois do São Paulo tratar a transferência do garoto para Cotia diretamente com o pai e empresário dele.

Apesar da prática não ser irregular judicialmente, ela afronta o documento assinado por 38 dos 40 clubes da Série A e B no ano passado, durante o primeiro Seminário Nacional de Categorias de Base, realizado na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Naquele episódio, os clubes firmaram um código de ética entre eles, que pregava a comunicação contínua para inibir o assédio de empresários nas categorias de base.

Há três semanas, também aconteceu uma reunião entre os clubes na sede do Botafogo, no Rio de Janeiro. Durante o encontro, foram discutidas uma série de contratações feitas pelo São Paulo que desrespeitou o tal código. Ponte Preta, Grêmio Barueri, Atlético-MG e Vitória foram alguns que há haviam demonstrado o descontentamento com o clube paulista.

Esta não é a primeira vez que os clubes se uniram para boicotar o São Paulo. No primeiro semestre, eles se recusaram a participar da Copa Belo Horizonte e da Copa 2 de Julho.

Prática provocou a saída de René Simões

A conduta do São Paulo nas categorias de base provocou a saída de René Simões, então coordenador, em novembro do ano passado. Na época, René afirmou que deixou o clube por "princípios que não devem ser quebrados". Depois, o presidente Juvenal Juvêncio admitiu que o profissional saiu "por não concordar com a filosofia da diretoria".

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas